PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Morre humorista Rodela aos 66 anos após contrair covid-19

Rodela em participação no programa "A Praça é Nossa" - Gabriel Cardoso/SBT
Rodela em participação no programa 'A Praça é Nossa' Imagem: Gabriel Cardoso/SBT

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/12/2020 20h49

O humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, morreu hoje após passar duas semanas internado no Hospital Geral de Guarulhos. A informação foi confirmada pelo SBT.

Em nota, a emissora afirmou que o humorista havia contraído a covid-19. De acordo com comunicado, Rodela havia sido submetido a hemodiálise no início da noite de hoje e sofreu paradas cardíacas, que ocasionaram a sua morte.

Rodela foi internado no final de novembro com os pulmões comprometidos. Na última sexta-feira (27), ele havia apresentado uma "melhora significativa" no seu quadro, com seus órgãos respondendo positivamente às medicações.

O SBT ainda afirmou que "presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família."

O humorista ficou conhecido por atuar em diversos programas de auditório, do "Programa do Gugu" ao "Programa do Ratinho", além de atrações apresentadas por Celso Portiolli. Sua primeira aparição foi no programa "Show de Variedades", em 1992, fazendo performances de comédia.

Rodela também participou de "A Praça é Nossa", atuando em diversos quadros e contracenado com vários comediantes do programa. Posteriormente, esteve no programa "Show do Tom", na RecordTV.

O humorista ainda se apresentava nas ruas do centro de São Paulo, agrupando diversas pessoas para os seus shows de comédia.

Eduardo Mascarenhas, conhecido por interpretar o Xaropinho do Programa do Ratinho, lamentou a morte do amigo com quem dividiu o palco durante mais de duas décadas.

"O Rodela sempre foi um guerreiro e um grande amigo, sempre teve espaço no Programa do Ratinho porque era um grande companheiro, foram mais de 20 anos de convivência e muita alegria, vai deixar saudades", afirmou ao UOL.

Sua simplicidade, leveza e alegria eram suas marcas. Gostava de ver ele nas dramatizações do DNA. Perdemos mais que um humorista, a convivência diária no programa nos tornou uma família. Era querido por todos, amigo, irmão, profissional. O programa está de luto. A covid é implacável"

Nas redes sociais, Murilo Bordoni, produtor e diretor de palco do programa, também prestou homenagem ao humorista.

"É assim, brincando e dando risada, que quero lembrar desse querido amigo. Descanse Rodela", escreveu em publicação no Instagram.

O apresentador Celso Portiolli lembrou da primeira parceria que fez com o Rodela no SBT e contou um episódio em que ambos viajam de avião.

"Deu pane grave na aeronave e passamos muito medo juntos, até que chamamos a aeromoça e ela veio rápido. Rodela fez a sua pior careta e eu disse: ele despressurizou. Todo mundo riu e o medo passou por aquele momento", contou em uma legenda de um post.

Famosos