PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Morre Warren Berlinger, ator de Quem Não Corre, Voa e The Wonders, aos 83

Warren Berlinger em cena da série "O Caso das Anáguas", em 1978 - Walt Disney Television via Getty Images
Warren Berlinger em cena da série 'O Caso das Anáguas', em 1978 Imagem: Walt Disney Television via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/12/2020 08h37

O ator Warren Berlinger, conhecido por papéis em filmes como "Blue Jeans" (1959), "Quem Não Corre, Voa" (1981) e "The Wonders: O Sonho Não Acabou" (1996), morreu ontem aos 83 anos, de causas não especificadas. A filha de Berlinger confirmou a notícia ao The Hollywood Reporter.

Berlinger começou sua carreira na Broadway, chegando ao cinema através de adaptações de duas peças com temas polêmicos para a época: "Alma Rebelde" (1956), sobre uma mulher lutando pela guarda dos filhos após o divórcio; e "Blue Jeans - O Que os Pais Desconhecem" (1959), que abordava o aborto.

A partir daí, engatou carreira de coadjuvante, aparecendo ao lado de Jack Lemmon em "O Pior Calhambeque do Mundo" (1960); de Elvis Presley em "Minhas Três Noivas" (1966); e em "O Perigoso Adeus" (1973), dirigido por Robert Altman.

Na TV, interpretou personagens diversos em séries populares, como "As Panteras", "Happy Days", "CHiPs", "Dinastia" e "Esquadrão Classe A". Nos anos 1980, voltou à proeminência com papéis em sucessos de bilheteria como "Quem Não Corre, Voa" (1981) e "O Mundo Segundo Garp" (1982).

Na última fase da carreira, apareceu ao lado de Dustin Hoffman em "Herói por Acidente" (1992) e foi dirigido por Tom Hanks em "The Wonders: O Sonho Não Acabou" (1996). A partir da virada do século, apareceu pouco nas telas, saindo da "aposentadoria" em 2016 para participação em "Grace and Frankie".

Berlinger foi casado com a atriz Betty Lou Keim por 50 anos, entre 1960 e 2010, quando ela morreu. Ele deixa quatro filhos, oito netos e um bisneto.

Famosos