PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Marina Ruy Barbosa apoia atrizes que acusam preparador de elenco de assédio

Marina Ruy Barbosa (Foto: Instagram/Reprodução) - Reprodução / Internet
Marina Ruy Barbosa (Foto: Instagram/Reprodução) Imagem: Reprodução / Internet

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/12/2020 06h47

Marina Ruy Barbosa compartilhou em suas redes sociais ontem, os relatos de duas jovens atrizes sobre assédio no meio artístico. A atriz, uma das principais estrelas da Globo, se solidarizou com Júlia Corrêa e Clara Ferrari, que acusam um famoso preparador de elenco de abusos. "É realmente muito triste que esse tipo coisa esteja tão perto. Meu Deus! Me arrepia ouvir esses relatos. Coragem e força", escreveu ela ao repostar as publicações.

Outras meninas também acusam esse preparador, que segundo elas conhecido no meio como "o grande mago", de assédio nos grupos de atores e redes sociais da classe artística. "Não é fácil para mim, fazer esse vídeo, mas conversando com amigos e no atual momento, eu acho que é o ideal. Não dá mais para ficar calada. Tentei que outras meninas me ajudassem nesse processo porque eu escutei muitas coisas. Graças a Deus, eu fui muito protegida durante todo o tempo que eu tive perto desta pessoa. Nada sério aconteceu comigo, mas eu vi acontecer com outras pessoas. Estou falando de um conhecido preparador de elenco do Rio de Janeiro, um grande mestre, uma grande mago e uma pessoa visualmente e fisicamente inofensiva, mas não é", começa Júlia no vídeo.

Júlia revela que recebeu um convite inusitado do assediador. "Fui chamada para ir ao apartamento desse preparador para "tomar um banho". "Esse foi o convite, sim, para tomar um banho com ele. Mas eu me afastei desse ambiente de abuso", contou que foi apoiada por uma colega Bárbara Nunes.

Clara Ferrari também publicou um vídeo contanto seu caso: "Me chamo Clara, sou atriz e fui vítima de assédio sexual de um preparador de elenco muito influente e conhecido no meio artístico. Em 2017, me mudei para o Rio de Janeiro em busca do meu sonho de trabalhar como atriz. Vim de uma família humilde, que apesar de apoiar o meu sonho, não tinha condições financeiras de me ajudar a realizá-lo, fazendo com que eu viesse totalmente sozinha e por conta própria. Na época eu tinha 21 anos, não conhecia a cidade e muito menos as pessoas. Por já ter trabalhado com esse preparador de elenco, que era uma referência no meio artístico e que considerava um amigo querido... Acreditei que podia confiar nele, foi quando sofri o assédio e uma das maiores desilusões que já tive", denunciou.

Outras artistas como Bruna Linzmeyer, Olivia Torres e Lorena Comparato, também demonstraram apoio às jovens através de comentários.

Famosos