PUBLICIDADE
Topo

Após bariátrica, Gustavo Mendes faz abdominoplastia: 'Tanquinho chegou'

Gustavo Mendes - Reprodução/Instagram
Gustavo Mendes Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/01/2021 20h16

O humorista Gustavo Mendes, conhecido pela imitação da ex-presidente Dilma, realizou uma abdominoplastia. Após eliminar 70 kg ao se submeter a uma bariátrica, o mineiro, de 31 anos, realizou uma cirurgia plástica na barriga a fim de retirar o excesso de pele, gordura localizada e recuperar a firmeza dos músculos da região abdominal. O ator, que mede 1,75 m, agora está pesando 67 kg.

"Fiz a bariátrica aos 29 anos porque tinha duas doenças associadas à obesidade: estava pré-diabético e tinha apneia do sono grave, com mais de 40 paradas respiratórias por hora de sono. Com a perda de peso, redescobri o prazer em ser saudável, abandonei o álcool e venci uma depressão", lembra. "Como fiz cirurgia bariátrica há quase dois anos e meio (quem faz bariátrica tem direito a uma cirurgia reparadora porque elimina muitos quilos)... No meu caso, eliminei 60 quilos e optei pela cirurgia da barriga. Estou no processo pós-operatório e muito feliz com o resultado. Aquele 'tanquinho' agora chegou", brincou Gustavo, que ainda não tem fotos do novo abdômen porque a área ainda está roxa devido ao procedimento.

Gustavo teve a companhia do irmão, João Mendes, nas idas ao médico. Isso porque ele também realizou a abdominoplastia. "Meu irmão mora na cidade de Orlando, nos Estados Unidos, com a família e esses dias aqui no Brasil estamos unidos até na consulta médica. Tenho muito orgulho dele. Ele é o meu maior incentivador, até na hora das cirurgias", elogiou Gustavo sobre João, que é empresário do mundo digital.

"Agora estamos de repouso e vamos produzindo as novidades para esse ano, como programas de TV. Minha vontade é fazer novela e cinema. Estou com muito trabalho e na torcida para a vacina chegar à população brasileira da melhor forma possível. Estamos atrasados em relação à vacina, mas não podemos perder a esperança. Usem máscaras e fiquem em casa", pediu o humorista.