PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Polícia Civil do Alagoas indicia dois por agressão ao ator Henri Castelli

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/01/2021 19h52

A Polícia Civil do Alagoas indiciou os empresários Bernardo Malta e Guilherme Accioly pela agressão do ator Henri Castelli em uma marina no final de dezembro. A informação foi confirmada ao UOL por Lucas Dória, advogado dos suspeitos.

No inquérito, o delegado do caso, Fabrício Lima do Nascimento, alegou lesão corporal contra o ator. De acordo com Dória, a princípio os empresários teriam sido indiciados por lesão grave, mas apenas um laudo após 30 dias poderá confirmar a gravidade.

Henri Castelli trouxe a história à tona em janeiro deste ano ao mostrar ferimentos e radiografias nas redes sociais afirmando ter sido atacado em um evento no estado do Alagoas. As agressões ocorreram na madrugada do dia 29 para o dia 30 de dezembro de 2020.

De acordo com ele, as agressões aconteceram sem a possibilidade de defesa. "Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, jogado no chão e fui agredido, vítima de socos e chutes no rosto", afirmou na ocasião.

Em entrevista ao UOL, Lucas Dória afirmou que, na realidade, Henri Castelli teria começado a briga e que ele havia chegado alterado na festa onde tudo aconteceu. "Ele foi para cima do Guilherme e foi gerada uma situação desnecessária. Quando o Henri Castelli deu um soco no Bernardo pegou no Guilherme e ele teve um derrame no olho. Temos testemunhas, esposas e marinheiros que viram a cena", contou o advogado.

Famosos