PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Ret diz que PM 'deu voz de prisão' por maconha e que vai lançar single

O rapper Filipe Ret tem previsão de lançamento de álbum para março - Reprodução/Instagram
O rapper Filipe Ret tem previsão de lançamento de álbum para março Imagem: Reprodução/Instagram

Pedro Ezequiel

Do UOL, em São Paulo

22/01/2021 13h09Atualizada em 22/01/2021 13h21

O cantor Filipe Ret disse hoje que a Polícia Militar deu 'voz de prisão' após encontrar uma pequena quantidade de maconha em seu carro ontem, na altura de Rio Bonito (RJ).

Ret foi levado por agentes até a 119 DP de Rio Bonito após ser autuado por posse de droga para consumo pessoal, ouvido, assinou um termo circunstanciado e o caso encaminhado ao Juizado Especial Criminal, segundo informou a Polícia Civil ao UOL.

Ele, contudo, narrou que os agentes lhe deram voz de prisão antes de chegar na delegacia.

Estava indo para Búzios com minha família e fui abordado por policiais, estava com uma pequena quantidade de maconha para uso próprio, obviamente. E os policiais me deram voz de prisão, dizendo que na delegacia que eu teria direito a duas ligações e que estava preso"

Questionada pelo UOL se não estaria indo no caminho contrário dos artigos 28 e 48 da Lei de Drogas — que não prevê a prisão em flagrante do usuário que "adquirir, guardar, tiver em depósito, transportar ou trouxer consigo" drogas para uso pessoal — a Polícia Militar do estado do Rio de Janeiro encaminhou a seguinte nota:

O referido detentor do entorpecente foi conduzido pelos policiais militares à delegacia da região, onde a autoridade delegada realizou a autuação por ela considerada pertinente."

O rapper disse que estava a caminho de Búzios, no Rio de Janeiro, e que o procedimento acabou atrasando a viagem com a mulher, Anna Estrela.

"A Anna ficou super bolada e gerou um contratempo gigante. Tive que voltar mais 15 km de onde estava. Perdi um tempo f... na delegacia. Assinei o artigo de usuário — e também não é a primeira vez que eu assino. Foi isso que aconteceu e ficou tudo bem", contou nos stories do Instagram.

O artigo assinado por ele é o termo circunstanciado de ocorrência, que, segundo decisão do STF, pode ser lavrado pela autoridade policial.

Nas redes sociais, ele se referiu ao caso dizendo que "prenderam o macaco por estar comendo banana".

Música nova

Filipe Ret agradeceu as manifestações dos fãs e colegas após saberem que foi levado até a delegacia.

"Queria agradecer imensamente pelo carinho de vocês. Foi um dia cansativo ontem e vamos aqui ficar de boa", disse, já em Búzios.

Segundo ele, que está prestes a lançar o álbum "Imaterial", o quinto da sua carreira, os fãs terão um novo single mês que vem.

O nome da faixa fala do uso de maconha, mas o rapper não disse se ela vai retratar a situação vivida recentemente.

"Aproveitando esse 'hype' negativo que me deram, quero anunciar single mês que vem. Nome da faixa é: F... fumando maconha", afirmou.

Famosos