PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Justiça recusa pedido de ex-BBB Thelma contra Eduardo Bolsonaro

Thelma Assis pedia que o deputado retirasse publicações sobre ela das redes sociais - Reprodução/Instagram
Thelma Assis pedia que o deputado retirasse publicações sobre ela das redes sociais Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

22/01/2021 16h33

A campeã do BBB 20, Thelma Assis, teve um pedido de liminar contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) negado hoje pela Justiça.

Ela pedia que ele excluísse publicações sobre ela do Facebook. A juíza Cinara Palhares negou por problemas na petição: Thelma não havia informado o CPF e RG do filho do presidente, por exemplo.

Outra juíza, Paula Fernanda Navarro, também negou o pedido de Thelma para que o caso corresse em segredo de justiça: "O fato de as partes serem pessoas públicas conhecidas não confere, por si só, esse direito".

No final de dezembro, Eduardo Bolsonaro fez uma postagem criticando a ex-BBB por passar o ano novo em uma ilha privativa com amigos. Ele compartilhou uma campanha de conscientização contra covid-19 da qual Thelma participou, e escreveu:

"Lembrando que, para protagonizar a campanha vista abaixo, a ex-BBB Thelma Assis embolsou R$ 180 mil em dinheiro público, pago pela prefeitura paulistana de Bruno Covas".

A juíza não considerou a postagem ofensiva:

"Os fatos trazidos como ofensivos não são falsos, conforme relatos da própria autora que confirmou que está em uma ilha em companhia de outros 8 amigos. O valor recebido pela propaganda institucional também não foi especificamente infirmado pela requerente."

Famosos