PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Miss pode ficar sem andar após levar tiro pelas costas em assalto no PR

Tatiane Boruk é Miss Campo Largo Petite 2020 - Divulgação/Felipe Wessler
Tatiane Boruk é Miss Campo Largo Petite 2020 Imagem: Divulgação/Felipe Wessler

Abinoan Santiago

Colaboração para o UOL, em Florianópolis

27/01/2021 16h48

A paranaense Tatiane Boruk de Freitas, de 27 anos, Miss Campo Largo Petite 2020, está internada desde segunda-feira (25) no Hospital Cajuru, em Curitiba. Vítima de um assalto, a jovem encontra-se com uma bala alojada na coluna após levar um tiro pelas costas durante o crime. O caso aconteceu no bairro Campo Comprido.

Apesar da gravidade, segundo a família, a miss não corre risco de perder a vida, mas como a bala chegou a quebrar três vértebras da coluna, os parentes temem por sequelas. Tatiane ainda não consegue mexer os pés, e o projetil ficará alojado no corpo.

"Ela está bem, não corre risco de morte, mas ficará com a bala alojada. Não poderá retirá-la, por enquanto, porque está em uma área sensível da coluna, bem próxima ao rim. Os médicos informaram que vão esperar cicatrizar para daqui a algum tempo retirar. A possibilidade de andar ou não é de 50% para cada. Ela está sentindo as pernas, mas não tem sensibilidade nos pés. Esperamos que volte a andar sem sequelas", comentou ao UOL a irmã, Talita Boruk, de 23 anos.

Além de miss, Tatiane trabalha como fotógrafa e estuda odontologia. Ela está consciente no hospital e abalada com tudo o que aconteceu. Ainda não há previsão de alta.

"Ela está bem abalada desde ontem. Estávamos aguardando uma melhora e agora buscamos animá-la de alguma maneira. Como ela sempre foi uma mulher forte, acreditamos que vai superar isso", prevê a irmã.

Criminosos queriam celular da vítima

O assalto é investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba. A Polícia Civil ainda não se manifestará sobre o caso, mas garantiu que abriu inquérito para apurar o crime.

De acordo com a família, Tatiane aguardava ônibus em uma parada na rua Eduardo Sprada por volta das 21h30 quando dois casais a abordaram e exigiram o celular. A miss estava a caminho de casa após sair da academia.

No mesmo ponto de ônibus, outra vítima, um homem, também virou vítima do assalto. A família suspeita de que Tatiane levou o tiro pelas costas ao correr. Após ser alvejada, a miss seguiu em uma ambulância do Corpo de Bombeiros ao Hospital Cajuru, em Curitiba.

"O que estamos acreditando é que ela correu enquanto o outro homem na parada estava sendo assaltado. Isso não é certo porque também precisamos conversar com ela certinho e esclarecer o fato no boletim de ocorrências", diz a irmã de Tatiane.

Famosos