PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Padre Fábio de Melo se emociona ao mostrar mãe sendo vacinada

Ana Maria de Melo Silva, mãe do padre Fábio de Melo, é vacinada contra a covid-19 - Reprodução/Instagram
Ana Maria de Melo Silva, mãe do padre Fábio de Melo, é vacinada contra a covid-19 Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/03/2021 10h19

O padre Fábio de Melo usou sua conta no Instagram para mostrar o momento em que sua mãe, Ana Maria de Melo Silva, recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19.

Nos cliques, ela aparece dentro do carro (a vacinação foi feita no esquema drive-thru), e também posando ao lado da equipe médica que aplicou a vacina. Na legenda, o padre se emocionou ao falar sobre o assunto.

"Só Deus sabe o quanto eu desejei que este dia chegasse. Minha mãe sendo vacinada. Ela que carrega tantas fragilidades, assim como tantas outras pessoas, com muita probabilidade não resistiria ao vírus. Há meses eu estava angustiado, esperando pelo momento dela", começou ele.

Em seguida, fez um apelo: "Senhores governantes, pelo amor de Deus, agilizem para que todos tenham direito a essa proteção, o mais rápido possível. Depois que a vacina foi criada, depois que a ciência nos deu o recurso, toda morte tem um peso infinitamente superior, um impacto ainda maior sobre as nossas responsabilidades".

Em seguida, Padre Fábio agradeceu a equipe que atendeu sua mãe. "Obrigado aos profissionais que a atenderam com tanto carinho. Obrigado, @crisapdecastro, minha sobrinha que virou irmã! O dia que tanto esperávamos chegou! Amo você. Há muito tempo uma imagem não me fazia chorar tão intensamente. Um choro que o medo gerou, mas que a gratidão abençoou", finalizou.

Em janeiro, após acompanhar a situação de falta de oxigênio nos hospitais de Manaus, o padre relembrou um momento delicado que viveu com a mãe, que também já sofreu com asfixia.

"Um dia presenciei minha mãe sendo asfixiada pelo líquido que tinha no pulmão. De minha casa até o hospital foram 35 minutos. É uma das piores lembranças que tenho. A asfixia de quem a gente ama nos asfixia também.", escreveu ele.

O padre continuou seu texto relembrando a importância de redobrar os cuidados durante a pandemia, e se solidarizou com os profissionais da saúde.

"Desde ontem, quando soube do que está acontecendo com as pessoas em Manaus, revivi o momento em que minha mãe quase morreu nos meus braços. Uma tristeza sem fim tomou conta de mim. Recobremos os cuidados. A doença continua entre nós e pode ser cruel com alguns. Minha solidariedade aos profissionais de saúde que estão enfrentando a crueldade de ver alguém morrer, sem poder ajudar", completou.

Famosos