PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Fabiana Karla diz não sentir falta de magreza: 'Hoje contribuo muito mais'

Com trabalhos novos no cinema e na TV, Fabiana Karla defendeu representatividade  - Reprodução/Instagram
Com trabalhos novos no cinema e na TV, Fabiana Karla defendeu representatividade Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/03/2021 08h05Atualizada em 05/03/2021 08h08

Um dos rostos mais conhecidos no humor brasileiro, Fabiana Karla continua sendo figura constante na TV e no cinema mesmo durante a pandemia.

A atriz, que está em cartaz com o filme "Lucicreide Vai Pra Marte", também fará uma participação no especial "Falas Femininas", da TV Globo, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. E apesar de destacar que nunca sentiu na pele o preconceito, Fabiana diz ter consciência da importância de seu sucesso "como mulher, gorda, nordestina e comediante".

"Desde pequena eu tive a noção de que eu precisava ser muito inteligente e nadar de braçadas. Tenho vários lugares de fala: sou mulher, gorda, nordestina e comediante. Tive muitas conquistas, mas tive também muitas oportunidades. Hoje, sei que contribuo muito mais com minhas formas atuais do que quando eu tinha 60 quilos", afirmou a atriz em entrevista à Kiss FM.

Mas apesar de destacar a importância da representatividade, Fabiana afirmou que não quer virar "a gorda da lantena", afirmando que não fiscaliza piadas sobre seu peso e que "não tem mais idade" para se envolver em polêmicas na internet.

"Nunca me vitimizei por nada. Posso dizer que nunca senti o preconceito, talvez pela criação que tive, mas não dá para dizer que ele nunca existiu", disse a atriz, de 45 anos, que recorreu a terapia durante o isolamento social.

"Nessa idade resolvi fazer análise, decidi que queria conversar um pouquinho", concluiu.

Famosos