PUBLICIDADE
Topo

Ex-superior religioso de Gilberto declara apoio a passagem dele no 'BBB 21'

Gilberto durante o período em que serviu como missionário - Reprodução/Instagram
Gilberto durante o período em que serviu como missionário Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/03/2021 06h41

Dentro do "BBB 21" (Globo), Gilberto se tornou um dos participantes mais destacados, tanto pela sua visão de jogo (ele é fã declarado do programa) quanto também por sua história de vida. No confinamento, ele revelou ter sido mórmon e seguido como missionário da instituição, da qual se afastou ao se assumir homossexual.

O fato de Gilberto fazer parte da comunidade LGBTQI+ poderia ser um motivo de afastamento entre o economista e seus antigos companheiros de religião. Entretanto, ele vem recebendo apoio declarado de vários deles — inclusive de seu ex-superior religioso.

Em um grupo de religiosos em uma rede social, o ex-presidente da Missão Brasil São Paulo Norte, Marcus Martins, pediu aos seus companheiros que apoiassem Gilberto em sua passagem pelo reality show. Foi nessa instituição que o brother foi missionário, em 2011 e 2013.

"Élder (nome pelos quais os missionários são chamados dentro da igreja) Gilberto Nogueira foi um de meus missionários na Missão Brasil São Paulo Norte, entre 2011-2013. Muito embora eu não assista esse tipo de programa de TV, espero que a futura atuação do nosso irmão Gilberto no programa BBB 21 seja 'razoavelmente boa'", disse Marcus logo quando o economista foi anunciado no elenco.

Ele acrescentou: "Nesse meio tempo, sugiro não fazermos julgamentos precipitados sobre um irmão nosso, cuja fé e forte testemunho de Jesus Cristo constatei pessoalmente", finalizou.

Sempre que possível, Gilberto relembra com carinho de sua passagem pela igreja. Há algumas semanas, depois de um bate-papo sobre economia e contabilidade no camarim com Camilla e Juliette, ele decidiu soltar a voz e cantou uma canção religiosa.

O brother começou a cantar enquanto a casa estava silenciosa. Não demorou muito tempo e algumas sisters que ouviram a canção foram atraídas até o camarim. Sarah, Juliette, Karol Conká e Carla Diaz ficaram surpresas com o vozeirão de Gil e ouviram a canção até o final.

Depois de terminar de cantar, o pernambucano foi aplaudido e revelou que cantava na igreja. Juliette, que já tentou a carreira de cantora góspel, elogiou o amigo e disse que ele tem voz grave: "Sua voz é tenor".