PUBLICIDADE
Topo

Projota assume erros no BBB e cita aliados: 'Não culpo ninguém além de mim'

BBB 21: Projota foi o sexto eliminado do reality - Reprodução
BBB 21: Projota foi o sexto eliminado do reality Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/03/2021 13h41

José Tiago, o Projota, foi o sexto eliminado do "BBB 21" e deixou o reality com uma das maiores rejeições do programa: 91,89% dos votos, além de quase R$100 mil em prêmios. A passagem do rapper pela atração da TV Globo foi marcante e diversa: ele começou o jogo entre os favoritos, divertiu o público com as fofocas e adivinhações, mas terminou como vilão.

Independentemente do resultado, foi a coisa mais extraordinária que eu vivi. Não me arrependo. É mágico. Eu não imaginava que o BBB era tão humano, tão verdadeiro, tão visceral quanto foi. Quero contar isso para todo mundo. Nunca vou esquecer. Projota

Em entrevista, ele também afirmou que muitas coisas são diferentes do que imaginava antes de ser confinado e que facilmente consegue esquecer que todas as ações e palavras estão sendo gravadas. Projota conta que entrou com o pensamento tranquilo, querendo ficar "de boa" e não pensando em jogo:

Queria ficar um mês sem tomar votos. Mas aí a gente percebe como é difícil lutar contra quem a gente é. Algumas questões caem no nosso colo e cada um reage de uma maneira. Eu sempre reajo indo para cima, de alguma forma; nunca passa batido. E a falta do que fazer me instigava muito a pensar, contar, planejar estratégias que, na maioria das vezes, no meu caso, não davam certo (risos).

Questionado sobre o que o eliminou do game, o cantor analisou: "Erros meus, falhas de posturas, de omissão, de pensamentos que, talvez, aqui fora, eu não teria tido, mas lá dentro acabei tendo e falando. E pelas minhas alianças. Mas eu não culpo ninguém além de mim. Eu que escolhi as alianças, eu que falei e deixei de falar quando deveria, eu que fiz tudo".

Projota garantiu que não imaginava começar o jogo como um dos favoritos e que julgava "nada a ver" sua participação no reality. Sobre a virada de amado para votação com rejeição, ele analisa:

Eu achava que estava bem, que era divertido, que eu e meu grupo estávamos sendo legais, fazendo as coisas certas. A única coisa que não foi o contrário do que pensei foi a minha retomada. Quando eu peguei o monstro, me enfiei em um buraco, um poço fundo de tristeza e raiva.

Para ele, não ter saído naquela semana foi um renascimento. "Até a xepa eu passei a aceitar mais. Comecei a enxergar o jogo de uma forma mais saudável", diz. Mas aí veio a indicação de Fiuk, que Projota classificou como surpreendente. Será que ele mantém a opinião?

"Ele tinha a Pocah para indicar, uma pessoa que votou nele na semana passada. Eu nunca votei nele e isso já tinha sido conversado. (...) Eu botei fé em todos os paredões em que eu não votei nele mesmo sendo amigo do Arthur, rival direto do Fiuk. Simplesmente não cogitei a possibilidade de ele votar em mim. (...) Paguei o preço de não ter checado", disse.

Alianças e família

O rapper relembra a sensação de ver os principais aliados sendo eliminados um a um, mas conta que a saída de Nego Di foi "a primeira resposta" - e ainda assim não esclareceu que estavam "todos errados": "Hoje, olhando de fora, eu percebo que fui conivente com algumas atitudes e omisso em outras, tomadas por pessoas que estavam ao meu redor, que discordei no momento, mas não falei".

Em mais de cinquenta dias de confinamento, Projota viu a família apenas uma vez: dias antes de ser indicado, ele venceu a prova do anjo, ganhou um carro de uma das patrocinadoras do reality, e assistiu a um vídeo da esposa e da filha, que completou um ano enquanto ele estava na casa.

O rapper afirma que a distância mexeu com ele: "O pré-confinamento já mexeu muito comigo. E, mesmo na casa, todos os dias batia saudade. Era um sentimento que sempre voltava e me atrapalhava, às vezes. Ao mesmo tempo que podia me humanizar, me cegava".

'Triângulo amoroso' com Arthur e Carla

Projota comentou a relação com Arthur, de quem se aproximou já no primeiro dia, na chamada "casa dos imunes". Ele chama o crossfiteiro de amigo e conta como a amizade começou: "Na primeira noite lá, eu e Arthur dormimos no chão do quarto colorido. A gente se sentia um pouco "visita" naqueles primeiros dias lá dentro, então precisamos nos acolher um ao outro. A partir dali virou amizade".

Já sobre Carla Diaz, ele relembrou o retorno da atriz para a casa após sua falsa eliminação: "Quando ela tirou a máscara foi um choque para mim, mas não tão grande quanto quando ela se ajoelhou e se declarou para o Arthur. Eu não esperava mesmo".

O rapper vê o relacionamento do casal como "não tão bom" e conta que tentou ajudá-los a chegar a um ponto em comum para se darem bem, mesmo que fosse para terminar o affair. Para ele, inclusive, Arthur deve ser o próximo eliminado do reality.

Dificilmente ele vai escapar do próximo, a não ser que ganhe uma liderança e consiga se recuperar, ter um crescimento no jogo. E pode acontecer, porque tudo é possível no BBB, a cada semana tudo muda. O Gil também não deve conseguir escapar desse paredão. Mas tudo depende muito da dinâmica do programa. A gente já entendeu que não sabe nada do que vai acontecer.

Fora da casa do BBB, Projota acha que Juliette ou Camilla vencem o reality e garante que o principal plano agora é reencontrar a família e pegar a filha no colo. Essa sim é uma boa estratégia.

Após eliminação de Projota, quem merece ganhar o 'BBB 21'?

Enquete encerrada

Total de 67882 votos
41,32%
Globo/João Cotta
14,88%
Globo/João Cotta
13,25%
Globo/João Cotta
6,02%
Globo/João Cotta
5,18%
Globo/João Cotta
4,24%
Globo/João Cotta
4,17%
Globo/João Cotta
4,16%
Globo/João Cotta
2,16%
Globo/João Cotta
1,89%
Globo/João Cotta
1,53%
Globo/João Cotta
0,70%
Globo/João Cotta
0,50%
Globo/João Cotta
Total de 67882 votos
A votação do UOL não possui caráter cientifico ou influência sobre o resultado do programa da TV Globo

Valide seu voto