PUBLICIDADE
Topo

Nubia Oliiver revela que foi 'rejeitada' por Mano Menezes e Luxemburgo

Nubia Oliiver diz que tentou romance com Mano Menezes - Reprodução/Instagram@nubiaoliiver
Nubia Oliiver diz que tentou romance com Mano Menezes Imagem: Reprodução/Instagram@nubiaoliiver

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/03/2021 09h22

Nubia Oliiver concedeu uma entrevista para Alê Oliveira, em seu canal no YouTube e por lá, a modelo de 47 anos falou sobre carreira, vida pessoal e revelou supostos romances no mundo do futebol.

A musa iniciou sua carreia em 1993 e na época, ela participou do concurso das 'Panteras'. De acordo com Nubia, todas as mulheres que participavam do concurso, automaticamente, faziam ensaios fotográficos para extinta revista Playboy.

"Hoje ainda trabalho e muita gente me critica: 'Escuta, não está na idade de aposentar, não?'. Olha, eu também queria estar aposentada, mas como não estou e não tenho marido rico, tenho que trabalhar. E o povo está querendo meu corpinho ainda, vai ficar à mostra", contou ela, que desde muito nova trabalha com sexualidade.

"Para fazer o nu, você tem que ter muita coragem. Mas é bonita. Você entrega o seu corpo e a sua alma. Eu comecei pela Playboy, mas foi uma avalanche. Logo comecei a apresentar programa, fui garota do 'Fantástico' [TV Globo], e foram acontecendo várias coisas. Sempre fui uma pessoa que falou muito de sexo sem pudores, e isso vendia muito".

A modelo ainda revelou que na época em que estava em ascensão, recebeu muitas cantadas, principalmente de famosos. Aproveitando a fama, Nubia 'tirou casquinha' de quem quis tirar:

"Antigamente eu apontava e falava: 'Eu quero aquele', e conseguia. Eu tinha essa ascensão e era a bola da vez. Éramos as 12 capas da Playboy, a gente realmente mandava assinando no quesito beleza, mulher. Hoje, abrimos o Instagram e tem muitas. Naquela época você fazia contato. Eu era a Anitta da vez, mas não tinha o dinheiro e o poder dela", relembrou.

Porém, nem tudo são flores. Nubia Oliiver não conseguiu dois homens que desejou e disse ainda, que foi ignorada por ambos:

Teve gente que eu quis e não rolou. O Luxemburgo foi um e o Mano Menezes foi outro. Eu queria, mas não aconteceu. Nunca tive resposta.

"Sempre fui atrás do que quis. Não tinha essa coisa de 'mulher não pode'. Pode sim. Está com vontade? Vai. Óbvio, não precisa ficar se oferecendo, mas você dá a entender que quer. Dá um sinal, tipo 'estou aqui, estou facinha'. É da minha natureza. Eu pratico o que eu gosto. Não tem gente que pratica esporte até tarde da noite? Eu gosto de sexo", finalizou.

Assista a entrevista completa: