PUBLICIDADE
Topo

Xuxa, Prior e outros famosos participam de gincana da FGV por mal-entendido

Flávio Ismerim

Do UOL, em São Paulo

25/03/2021 18h00Atualizada em 25/03/2021 20h47

Um mal-entendido nas regras da gincana de calouros da FGV (Fundação Getúlio Vargas) fez com que a brincadeira de integração viralizasse no Twitter com vídeos de mais de 30 famosos, políticos e esportistas.

Personalidades como Xuxa, Felipe Prior, Ana Maria Braga, Angélica, Marcos Mion, Leo Picon, Zeca Camargo, Marisa Orth, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), Rubens Barrichello e até o ator norte-americano Ed O'Neill (Jay Pritchett, de "Modern Family") enviaram vídeos demonstrando torcida para uma das salas de calouros, quando na realidade a gincana pedia pros alunos buscarem celebridades de dentro da faculdade.

"Queria desejar uma boa sorte para turma E2 da FGV, nessa gincana e falar que o meu vídeo deve valer mais porque eu sou formado em Administração. Formados em administração têm peso 2, certo?", brincou o empresário e influenciador Leo Picon no vídeo.

A gincana foi organizada pela diretora de operações do DAGV (Diretório Acadêmico Getúlio Vargas), o Yumi Sakamoto. Em entrevista ao UOL, o presidente da entidade, Marco Koblinsky, contou que eles precisaram alterar as regras e fazer valer os vídeos enviados por celebridades de verdade.

Esse ano a gente tinha colocado uma prova que pedia que os alunos corressem atrás de personalidades famosas da nossa torcida da FGV-SP, lideranças do nosso meio interno. O que aconteceu foi que os calouros não entenderam isso e acabaram chamando celebridades de verdade. Como foi um mal-entendido, para não deslegitimar, a gente resolveu que iria igualar essa prova da gincana com celebridades externas com a prova original, dando o mesmo valor de pontos. No fim, a turma que acumulasse mais prêmios ganharia um prêmio.
Explicou Koblinsky.

A aluna mais citada pelos famosos é a "Gabi da AE4" — nome que tornou famosa Gabriela Ferraz Ricci. Ela conseguiu nomes grandes como Otaviano Costa, Flavia Alessandra, Angélica, Xuxa e Sergio Moro. Ela é filha de Dirley Ricci, dono da empresa de aluguel de carros Unidas.

Na edição de hoje do "OtaLab", Otaviano contou como ele foi parar na brincadeira dos calouros da FGV. Ele contou que um "grande nome da publicidade nacional" pediu a ele que participasse da gincana.

"Como ele é publicitário, ele já chegou com o briefing [jargão publicitário para as orientações necessárias para fazer uma tarefa] todo certinho", relatou o apresentador.

O ex-BBB Felipe Prior não foi um dos procurados pela icônica Gabi da AE4. A equipe do arquiteto e empresário contou ao UOL que alunos da FGV procuraram o ex-brother nas redes sociais se identificando como fãs e Prior topou participar para ajudar os calouros.

A reportagem entrou em contato com outros famosos que participaram da gincana para entender como foi o processo, mas não obteve resposta até o momento.

Por outro lado, a cantora Maria Rita brincou ao reclamar que nenhum aluno da FGV pediu que ela participasse da brincandeira. "Tô arrasada", escreveu.

Paródia do Adnet

O humorista Marcelo Adnet entrou na onda da gincana da FGV e imitou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Alô, pessoal da FGV nisso daí. Nessa 'cuestão' daí, eu tô com tempo, então resolvi fazer esse vídeo aí pra vocês. Desculpa à Gabi da turma AE4, mas eu estou apoiando a turma AI-5 nessa 'cuestão' do tocante disso daí, tá ok?

Assunto no Twitter

Segundo Koblinsky, os vídeos são disponibilizados num drive interno para a conferência, mas o material enviado pelos famosos acabou indo parar nos grupos de WhatsApp e, por fim, viralizou no Twitter.

A Gabi da sala AE4 — seja lá quem for — foi a aluna mais citada nos vídeos e também rendeu assunto na rede.