PUBLICIDADE
Topo

'Ele se sentia um caixa eletrônico', diz ex-mulher de Tom Veiga

Cybelle Hermínio, ex-mulher de Tom Veiga - Divulgação/RecordTV
Cybelle Hermínio, ex-mulher de Tom Veiga Imagem: Divulgação/RecordTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/04/2021 21h36

Cybelle Hermínio, ex-mulher de Tom Veiga, falou sobre o testamento deixado pelo ator e da relação dele com os filhos em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini no "Domingo Espetacular", da RecordTV.

O testamento partiu do Tom, porque ele sempre soube os filhos que tinha. E eu vou provar isso porque o Tom falava. O que eu quero dizer é que não existe esse carinho, não existia esse carinho de pai. Ele se sentia um caixa eletrônico.

Além de falar sobre a disputa pela herança, a terceira e última mulher de Tom negou que tenha agredido o ator, conforme acusação feita em denúncias de familiares e funcionários do intérprete de Louro José. Ela relatou a discussão entre os dois durante a conversa.

Quando eu vi que ele estava entornando a garrafa de vinho, literalmente, em pouquíssimo tempo, e estava indo pegar outra, eu não permiti. Quando ele abriu uma garrafa de vinho, eu entornei essa garrafa de vinho na pia da área externa em que a gente estava.

Alessandra Veiga, que também é ex-mulher do ator, comentou sobre o episódio para o programa. "Ele tinha vergonha, como ele vai fazer um boletim de ocorrência? Ele pediu para não contar para ninguém", disse ela sobre a suposta agressão.

Nesta semana, o jornal Extra indicou que Veiga, dias antes de morrer, teria pedido a um amigo ir com ele até um cartório para retirar o nome de Cybelle no testamento.

O ator tinha 47 anos e deixou quatro filhos: Adrian e Alissa, fruto de seu relacionamento com Alessandra, e Diego e Amanda, da relação com Cristina Rilco.

As entrevistas completas e a versão da família de Tom Veiga vão ao ar no "Domingo Espetacular", que será exibido no próximo domingo (11), a partir de 19h45.