PUBLICIDADE
Topo

Famosos

'Se existe reencarnação, pode me mandar negra de novo', diz Zezé Motta

Zezé Motta - André Horta /Fotoarena/Folhapress
Zezé Motta Imagem: André Horta /Fotoarena/Folhapress

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/04/2021 14h02

Zezé Motta deu uma longa entrevista para a capa da "Quem" neste fim de semana, onde falou sobre sua vida profissional e afetiva, além de tocar em temas políticos e, principalmente, sobre sua autoestima aos 76 anos.

Questionada se atualmente se sente bem com quem é, a veterana atriz não poupou palavras. "Com absoluta certeza. Se existe outra reencarnação pode me mandar negra de novo que vou adorar. Eu me sinto bem com quem sou, com a mulher que me tornei. Um dos problemas na minha vida era uma dificuldade de dizer não e tempos para cá estou conseguindo. E isso é importante porque você dizer sim só para agradar o outro não fecha a questão, fica uma relação capenga e mentirosa", explicou.

Em seguida, disse não ter faltado trabalho nos últimos anos, mas fez ressalvas. "Cinema, por exemplo, eu não paro de fazer. Mas é preocupante, sim. Eu lembro que a Ruth de Souza antes de morrer estava muito triste. Ela dizia 'gente eu não estou andando, mas eu estou lúcida e com muita disposição para trabalhar e ninguém me chama mais'. É uma carreira que não depende da idade. É só haver interesse dos autores".

Existe uma limitação no mercado, e sem dúvida, existe um preconceito com os atores de mais idade. É uma coisa cultural. Em algumas culturas as pessoas mais velhas são muito respeitadas. No Brasil, o idoso é tratado como inválido. A Ruth de Souza falava 'como trapo velho'.

O peso da idade não tem sido um fardo para Zezé. "Nunca pensei nisso, mas raramente me lembro que tenho 76 anos. Eu tenho muita disposição. Mas as pessoas tentam me limitar. Outro dia fui pegar um vaso e uma das minhas filhas veio com um 'mãe, para com isso'. Há quem ache que o velho é incapaz e precise ser tratado como uma criança. Eu já percebi isso, mas chamo atenção mesmo quando isso acontece comigo: 'para com isso'", explicou, bem humorada, afirmando em seguida não ter medo da velhice.

"Não tenho medo. Só não sei se eu quero viver 95 anos como minha mãe, que antes de morrer ficou com a saúde bem comprometida. Não quero passar por isso. Eu me cuido bem, a dor está lá na esquina e já estou indo ao médico. Eu me preocupo inclusive em não envelhecer sozinha no departamento afetivo", brincou.

"Pitanga deu trabalho", diz Zezé

Dentro desse assunto, Zezé disse que está com alguém no momento — mas não revelou nomes. "É um namoro pandêmico. Eu sou movida a paixão, quando eu não estou apaixonada, eu invento. Mas por acaso no momento não é invenção. Gosto desse movimento. Casei cinco vezes, com Rinaldo, Osmar, Marcos, Beto e Jaq. Nos intervalos tive namorados", destacou.

Zezé também disse que, ao contrário de seus outros ex, ela não via futuro na relação com Antonio Pitanga: "Eu sabia que não (teria futuro), porque ele sempre foi muito escorregadio. A primeira vez que a gente namorou eu era menina, virgem e tal, e nos afastamos porque ele foi trabalhar em São Paulo e eu fiquei no Rio. Quando fui para lá, também a trabalho, voltamos. Terminamos para valer quando ele conheceu a mãe dos filhos dele (a atriz Vera Manhães). Foi até uma cena de cinema", começou ela.

Em seguida, relembrou o momento: "Estávamos discutindo no camarim, após uma apresentação de 'Roda Viva', porque ele tinha ido para o Rio, e me contaram que tinha sido visto em tudo que é lugar com uma loira lindíssima, a Darlene Glória. Aí a Vera, que era bailarina e queria ser atriz, entrou. Me lembro de ter pedido para ela voltar outro dia", disse.

Continuei a conversar com o Pitanga, a gente estava quase juntando nossos trapinhos, falei, falei e ele não respondeu nada. 'Peraí, eu estou falando do nosso futuro e você não está interessado'. E a resposta dele foi 'quem é aquela moça?'. Fui na porta e chamei: 'Vera, volta aqui que esse rapaz quer te conhecer', e fui embora. Ele ficou com ela, depois voltou para mim meio arrependido, e descobri que estava com as duas ao mesmo tempo. Pitanga deu trabalho!

Famosos