PUBLICIDADE
Topo

Datena xinga jornalista que noticiou cargo de seu filho com Kajuru: 'Verme'

Datena chamou Lauro Jardim, do jornal O Globo, de "canalha", "idiota" e "verme" - Reprodução/TV Band
Datena chamou Lauro Jardim, do jornal O Globo, de "canalha", "idiota" e "verme" Imagem: Reprodução/TV Band

Do UOL, em São Paulo

23/04/2021 18h03

Datena falou hoje no "Brasil Urgente" sobre a notícia de que seu filho, José Luiz Datena Júnior, teria ocupado um cargo comissionado na liderança do partido Podemos, por indicação do senador Jorge Kajuru.

O apresentador xingou ao vivo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, que publicou a notícia: "Eu tenho um caso sobre isso, mas não vou dar um cac*te num idiota de um canalha que escreveu uma canalhice desgraçada, mas eu vou segurar a onda ainda".

Segundos depois, Datena explicou: "Eu vou dizer porque eu tô dizendo isso. Porque o Lauro Jardim, que era um jornalista que eu respeitava até ontem, e muito, publicou na coluna dele que o meu filho é assessor do Jorge Kajuru. O Júnior, moleque de primeira qualidade, a vida dele inteira limpa, ilibada. Ele é formado em publicidade, tem curso em Portugal de desenho gráfico e ele é muito bom de rede social".

Datena relatou que seu filho já deixou o cargo ("para pararem de encher o saco do moleque"), e que ele recebia entre R$ 10 mil e R$ 11 mil de salário.

Lauro Jardim publicou ontem a notícia de que Datena Júnior trabalhava em um cargo comissionado na liderança do Cidadania no Senado, e agora acompanhou o senador Jorge Kajuru na mudança de partido.

Ô Lauro Jardim, eu queria fazer uma pergunta para você: quantos caras da Globo, o sistema Globo que você trabalha aí, tem parentes que trabalham no sistema público sem ser parentes, ou até sendo parentes do político?

Datena continuou: "Queria ver que crime há aí. Eu sou amigo do Kajuru desde criancinha, mas o meu filho não é parente do Kajuru, nem eu. Isso não é nepotismo. Meu filho trabalha, tem capacidade e o Kajuru o colocou lá porque confia em mim e confia no meu filho. O que você publicou é de uma canalhice que não tem tamanho".

O apresentador afirmou que poderia processar o jornalista, mas não quer perder tempo. E concluiu: "Isso foi publicado no Diário Oficial, não é uma coisa escondida. Tanto é permitido que não é uma coisa escondida. Então quando você quiser me atacar, ataque a mim, e não ao meu filho. Seu canalha. Seu verme".