PUBLICIDADE
Topo

'A Fazenda' pede R$ 99,6 mi a anunciantes e já fecha com três marcas

Jojo Todynho foi a campeã da "Fazenda 12", sucesso comercial da Record; Marcos Mion foi dispensado do comando da atração - Reprodução/Instagram
Jojo Todynho foi a campeã da "Fazenda 12", sucesso comercial da Record; Marcos Mion foi dispensado do comando da atração Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

27/04/2021 13h31Atualizada em 27/04/2021 13h31

Ainda fora do ar, a edição número 13 do reality show "A Fazenda", da Record TV, custará o valor R$ 99,6 milhões aos anunciantes, segundo o plano comercial do programa.

A estreia é prevista para o mês de setembro.

Contudo, a atração já fechou com três patrocinadores: Americanas, Unilever e o Banco Original — que já estava presente na última edição do reality, que consagrou Jojo Todynho como campeã.

O vice-presidente de comercial, marketing e multiplataforma do Grupo Record, Walter Zagari, comemorou a celebração dos três contratos adiantados.

'A Fazenda 13' proporcionará três meses de enorme visibilidade e repercussão, on e off-line, repetindo, ou até superando, o desempenho da edição passada. Fecharmos acordos com essa antecedência é muito gratificante e razão de orgulho às áreas comercial e de programação da Record TV

A Fazenda - Reprodução/RecordTV - Reprodução/RecordTV
Stéfani Bays, Jojo Todynho e Lipe Ribeiro reagem a vídeo de briga de Raissa Barbosa e Carol Narizinho, que fizeram parte do elenco de 2020
Imagem: Reprodução/RecordTV

O plano comercial enviado ao mercado tem cotas nacionais integradas entre a TV aberta, o canal fechado de notícias e o portal da emissora.

A Americanas foi vista no "BBB 21", da Rede Globo. Em uma intervenção no reality, a atriz Ingrid Guimarães fez uma piada com "A Fazenda". Através do Twitter, a marca anunciou que patrocinaria o reality da emissora de Edir Macedo na próxima edição.

Segundo a emissora, a última edição foi vista por 118 milhões de telespectadores por pelo menos um minuto em todo o país.

Em alguns momentos, o reality chegou a bater a líder Globo e se mostrou o maior sucesso comercial da Record. A atração tinha cinco patrocinadores "master" (cada cota no valor de R$ 40 milhões), outros cem anunciantes já expuseram suas marcas e produtos nos "breaks" comerciais, além de 200 ações de "merchandising".

Mas diferente do ano passado, Marcos Mion não estará mais no comando da "Fazenda" em Itapecerica da Serra (SP).

Marcos Mion - Reprodução/RecordTV - Reprodução/RecordTV
A Fazenda 2020: Marcos Mion última roça
Imagem: Reprodução/RecordTV

Segundo o colunista de Splash e do UOL Maurício Stycer, a demissão veio após Mion ter feito reclamações públicas sobre a direção da "Fazenda", se vangloriado mais do que devia pelo sucesso de acordos comerciais e cometido alguns erros na condução do reality show, segundo relatos vazados no meio jornalístico.