PUBLICIDADE
Topo

Influencers desistem de adoção por criança não poder aparecer na internet

Influencers desistem de adoção - Reprodução/YouTube
Influencers desistem de adoção Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/05/2021 19h06

O casal de influencers e youtubers Nikki e Dan Phillippi causaram revolta nas redes sociais após publicarem um vídeo no qual eles revelam ter desistindo da adoção de uma criança tailandesa após descobrirem que ela não poderia ter seu rosto exposto na internet.

Nikki e Dan já haviam sido detonados após contarem que sacrificaram seu cachorro de nove anos dos dois, Bowser, após ele morder o filho deles. Hoje com mais de 1,28 milhão de assinantes em seu canal no YouTube, a influencer fechou sua conta no Instagram por conta das críticas.

"Depois que você pega a sua criança, ela é sua filha, mas você não pode falar dela ou expor nenhuma imagem, foto, vídeo, nada dela durante um ano", explicou a influencer. Ela então é interrompida pelo marido que diz: "Tipo, a Nikki tem um canal no YouTube e nós compartilhamos muita coisa".

Nikki continua: "Quando chegamos nesse ponto pensamos, 'como assim?'. Ficamos andando pela nossa casa pensando como isso poderia funcionar. Como poderíamos fazer? O Dan até sugeriu: 'Será que não conseguimos levar por um ano?'. Então resolvemos rezar, refletir sobre isso, dormir e ver como nos sentíamos na manhã seguinte".

O marido diz: "E não apenas uma lei que diz 'você não pode compartilhar ou falar do seu filho por um ano'. A adoção só é finalizada após um ano. Então a criança viveria na nossa casa por um ano e ela não seria nossa filha, então não concordamos com isso também". Os dois então relatam que retiraram a aplicação para adoção.

Assista: