PUBLICIDADE
Topo

Dono da CNN Brasil, Rubens Menin compra a mineira Rádio Itatiaia

Rubens Menin, dono da CNN Brasil, e Emanuel Carneiro, antigo proprietário da Rádio Itatiaia - Reprodução/Instagram
Rubens Menin, dono da CNN Brasil, e Emanuel Carneiro, antigo proprietário da Rádio Itatiaia Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

13/05/2021 11h43Atualizada em 13/05/2021 14h42

O empresário Rubens Menin, proprietário da CNN Brasil, adquiriu 100% da Rádio Itatiaia, a maior emissora radiofônica do estado de Minas Gerais.

A informação foi confirmada pela própria rádio, que passa a ser mais uma empresa de Menin, que também é fundador da construtora "MRV Engenharia".

"Estou feliz por transferi-la a um mineiro de coração, comprometido com a missão de perpetuar este legado de 70 anos", disse Emanuel Carneiro, que comandava a emissora desde 1994.

Já Menin disse que vai manter um "jornalismo ético" na emissora.

É com muita satisfação que comunico a aquisição da Rádio Itatiaia, uma grande oportunidade para continuar contribuindo com valioso patrimônio dos mineiros. Com isso, tenho a intenção de engajar Minas [Gerais] por meio de um jornalismo ético, contribuindo para uma sociedade melhor.

O empresário não disse se a linha de jornalismo será a mesma da CNN Brasil, agora presidida pela jornalista Renata Afonso.

Ano passado, 52% do público considerou a emissora a mais isenta entre os canais de notícias da TV fechada, segundo pesquisa do Kantar Ibope Media. A a Big Data Real Time apontou que ela é isenta para 49% do público.

Menin estava presente no jantar com o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) e empresários em abril. Ele disse após o encontro: "Foi uma conversa boa, eu gostei, me deu tranquilidade".

Naquela noite, Bolsonaro foi o último a falar e teria sido "ovacionado ao se comprometer com a imunização da população, para que ela ocorra da maneira mais rápida possível", como publicou o UOL em matéria da Agência Estado.

Rubens Menin - Bruno Cantini/Atlético-MG - Bruno Cantini/Atlético-MG
Rubens Menin, conselheiro e investidor do Atlético-MG
Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

O ex-CEO da CNN, Douglas Tavolaro, disse que a emissora respeitava as opiniões diferentes e não era alinhada ao presidente.

A gente conseguiu dar um tratamento ao presidente Bolsonaro com todo respeito, assim como a gente trata todos os entrevistados da CNN. Já falamos com muitos integrantes do governo, também de forma respeitosa. Mas quando há pontos para serem criticados, a gente faz isso da mesma forma. Com respeito.

Os empreendimentos do controlador Rubens Menin também estão presentes no futebol: a construtora de Menin MRV é a patrocinadora do Atlético Mineiro e até 2020 do Flamengo; ele também controla o Banco Inter, patrocinador do São Paulo até a temporada passada.