PUBLICIDADE
Topo

Otávio Mesquita ataca Renan Calheiros com referência a Bolsonaro

Otávio Mesquita compartilhou foto - Reprodução/Instagram @otaviomesquita
Otávio Mesquita compartilhou foto Imagem: Reprodução/Instagram @otaviomesquita

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/05/2021 00h20Atualizada em 14/05/2021 11h21

Otávio Mesquita compartilhou uma montagem usando o desenho animado "A Dama e o Vagabundo" para falar sobre o senador Renan Calheiros (MDB-AL), um dos relatores da CPI da Covid.

"Amor lindo! Ele é bem-humorado", escreveu o apresentador na legenda da postagem. Na imagem, Otávio substituiu o cachorro protagonista por Renan.

O apresentador fez referência a um discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em viagem a Alagoas, ele chamou Renan Calheiros de "picareta" e "vagabundo". Bolsonaro não citou nominalmente o senador, mas a referência foi clara.

Hoje, Renan Calheiros rebateu Jair Bolsonaro dizendo que "são inúteis as tentativas para me intimidar". Ontem, o filho do presidente, Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), também chamou o senador de "vagabundo" durante uma discussão na CPI da Covid.

Otávio Mesquita foi alfinetado pelo senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) durante o depoimento de Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação da Presidência, na CPI. O parlamentar questionou se o governo federal havia contratado influenciadores e apresentadores para minimizar a gravidade da pandemia em campanha.

Após Fabio citar o nome de Mesquita como um dos contratados para a campanha Juntos Somos Mais Fortes, mas afirmar que o projeto teria o intuito de conscientizar a população sobre o reforço do isolamento social, o senador Renan Calheiros o rebateu pontuando que o apresentador é a favor de que as pessoas voltem às ruas para trabalhar.

Já Kajuru respondeu: "Celebridade é o Otávio Mesquita? Se o Otávio Mesquita é celebridade no Brasil, eu quero mudar para o Paraguai hoje."

O apresentador do SBT já havia se posicionado publicamente a favor da reabertura da economia à Folha no ano passado. Ao Estadão, na quarta-feira, Otávio Mesquita questionou: "Como eu faria uma campanha contra isolamento social se eu mesmo assumi que errei ao não usar máscara? Foi meu maior erro e eu falei isso muito claramente no meu programa no SBT", concluiu.