PUBLICIDADE
Topo

Influencer pode pegar 20 anos de prisão após golpe para ter vida de luxo

A influencer Danielle Miller, de 31 anos, foi presa acusada de utilizar documentação falsa para obter empréstimos e ostentar vida luxuosa - Reprodução/Instagram
A influencer Danielle Miller, de 31 anos, foi presa acusada de utilizar documentação falsa para obter empréstimos e ostentar vida luxuosa Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/05/2021 17h00Atualizada em 17/05/2021 17h02

A influencer Danielle Miller, de 31 anos, foi acusada de ter utilizado documentação falsa para conseguir empréstimos do governo americano e ostentar uma vida de luxo nas redes sociais.

De acordo com o comunicado do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Miller teria obtido dados de uma mulher no RMV (Registro de Veículos a Motor) do país, e utilizado a identidade para abrir uma conta bancária em nome da vítima e se candidatar a um empréstimo destinado a pequenos negócios durante a covid-19.

Com isso, a acusada teria recebido mais de US$ 100 mil (cerca de R$ 525 mil, na cotação atual). Entre as extravagâncias de Miller, compartilhadas com seus 30 mil seguidores no Instagram, ela usou uma carteira de motorista falsificada para reservar um voo particular da Flórida para a Califórnia.

Ela também teria realizado transações em caixas eletrônicos e se hospedado em hotéis de luxo. Em setembro de 2020, a influenciadora gastou US$ 5.500 (mais de R$ 28 mil) somente no hotel Petit Ermitage, onde postou várias fotos para alimentar seu perfil.

E esse não seria o primeiro golpe de Miller. A mulher pediu mais de US$ 900 mil (R$ 4,7 milhões) em outros empréstimos usando documentação falsa de mais vítimas do estado norte-americano de Massachussets, segundo os promotores do caso.

Agora, a acusada responde por fraude eletrônica e, se for condenada, poderá pegar até 20 anos de prisão, três anos de liberdade supervisionada e pagar multa de US$ 250 mil (R$ 1.26 milhão), de acordo com o site NBC.