PUBLICIDADE
Topo

Aos 51, avó fitness usa ofensas como incentivo: 'Idade não me define'

Charlene Farnsworth diz que haters são pessoas negativas que não merecem atenção - Reprodução/Instagram
Charlene Farnsworth diz que haters são pessoas negativas que não merecem atenção Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/05/2021 11h07

Uma avó influencer de 51 anos que vive em Ontário, no Canadá, diz que não se abala com comentários ofensivos que recebe nas redes sociais por conta da idade. Em plena forma física e diagnosticada com uma doença autoimune, Charlene Farnsworth tenta transformar opiniões de haters em incentivo para malhar ainda mais.

Com 156 mil seguidores no Instagram, Charlene às vezes se depara com comentários do tipo "você parece um homem" e "velha bruxa" nas fotos que posta. "Para os haters que estão deixando emojis de vômito. Obrigada por aumentar a minha confiança", escreveu ela em uma publicação.

Além de avó, Charlene é mãe de dois filhos e é casada há 22 anos com Mike Farnsworth, que é um ano mais novo que ela. "Meu marido é extremamente orgulhoso pelas minhas realizações. Ele adora o fato de eu ter me tornado tão em forma e confiante", relata ao Daily Star.

Diagnosticada com a doença autoimune de Hashimoto em 2011, nem só de comentários ofensivos vive a modelo fitness. É comum ver em suas publicações elogios à beleza e ao corpo da mulher de 51 anos.

"Vá em frente, garota! Todos eles gostariam de ser tão bons quanto nós na casa dos 50!", "Velha? Sério? Você é uma inspiração para as mulheres de todos os lugares. Seja você, garota", "A primeira vez que aconteceu, deixei que me incomodasse, mas depois percebi que quanto mais seguidores eu tenho, mais inimigos você acaba tendo", comentaram alguns seguidores.

Proprietária de uma linha de roupas fitness, Charlene também aproveita para postar algumas fotos sensuais vestindo lingeries e vestidos elegantes.

Aprendi a procurar sempre as coisas positivas e não as negativas. Eu evito pessoas que tendem a ser sempre negativas, elas tendem a arrastar você para baixo. Uso esses comentários como combustível para me levar a continuar vivendo um estilo de vida saudável e representando a multidão com mais de 50 anos que não permite que nossa idade nos defina.