PUBLICIDADE
Topo

Bárbara Paz sobre identidade não-binária: 'Sempre fui assim'

Bárbara Paz conta que sempre se sentiu homem e mulher, mas só recentemente deu nome à identidade - Mauricio Nahas/Divulgação
Bárbara Paz conta que sempre se sentiu homem e mulher, mas só recentemente deu nome à identidade Imagem: Mauricio Nahas/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

28/05/2021 16h36Atualizada em 28/05/2021 16h36

Depois de contar em podcast que se identifica como pessoa não-binária, Bárbara Paz disse no Instagram que se surpreendeu com a repercussão:

Gente, meu Deus, quanto sensacionalismo! Não há nenhuma descoberta, nenhuma revelação. Sempre fui assim — inquieta, curiosa com a vida. Bárbara Paz

Bárbara completou: "Amo ser minha mulher, ser meu homem. Amo ser essa mistura de eus. Amo ser quem eu sou!"

No podcast, Bárbara não diz como prefere que seja feito o seu tratamento: com ou sem uso de pronomes masculinos ou femininos. No português, há mecanismos que podem ser utilizados para respeitar pessoas não-binárias.

Como explicou no podcast, sempre sentiu que transitava entre o masculino e o feminino — mas só encontrou o termo "não-binária" recentemente:

Descobri que sou não-binária há pouco tempo. Um amigo meu falou que eu era, e eu acreditei, entendi. Sou uma pensadora, uma diretora, uma cineasta, uma atriz, uma pintora, uma escritora. Nas horas vagas, a gente tenta tudo com as mãos, com a cabeça, com o cérebro e com a imaginação. Bárbara Paz

"Sou uma infinidade de possibilidades, sempre fui, sempre serei", conclui Bárbara no Instagram.