PUBLICIDADE
Topo

Otaviano Costa e Flávia Alessandra revelam segredo para manter clima quente

Flávia Alessandra e Otaviano Costa - Reprodução/Instagram
Flávia Alessandra e Otaviano Costa Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/06/2021 11h45Atualizada em 13/06/2021 11h45

Flávia Alessandra e Otaviano Costa, que estão casados há 15 anos, celebraram mais um Dia dos Namorados juntos. Ao falar sobre como mantém a chama da relação acesa eles alegaram que cuidam da parte física e espiritual da relação.

"Eu paquero a Flávia o dia todo, gosto de fotografá-la... Quando cruzamos um pelo outro em casa, tem aquela passada de mão com provocação. Nos provocamos muito o tempo todo. Estamos sempre nos pegando. Essa picardia ajuda a despertar esse lado", disse Otaviano em entrevista ao jornal Extra.

"Tem dia em que a gente se provoca com humor, em outros vamos por um caminho mais sério... Não existe uma fórmula única (para o romance), e essa é a melhor dosagem de todas. A gente consegue brincar aqui e acolá sem ter uma regra estabelecida", corrobora Flávia.

Mesmo sendo tudo no improviso, o casal faz questão de reservar um tempo para curtirem a intimidade a dois, principalmente agora que as filhas, Giulia e Olívia, estão em casa por conta do isolamento.

"No início da pandemia, tivemos um pouco de conflito para entender os espaços e as situações, mas depois estipulamos como ficariam as coisas. Durante o dia, cada um fica no seu quadrado. Temos hora de estar em família e temos os momentos que são nossos, como casal. Mas também não tem esse encantamento diário o tempo todo, não. Só de estarmos juntos, podermos ver um documentário... Isso é lindo, incrível. Já num dia que eu quero mais, coloco um vinhozinho para gente...", apontou Flávia, que foi interrompida pela parceiro."Bota uma roupa de sadomasoquista...".

Em seguida a atriz completa. "A gente vai incrementando sem muita firula".

Além do físico, o casal também cuida do campo espiritual da relação. "Conseguimos preservar essa chama do relacionamento não só no aspecto físico. A gente fica se querendo, se desejando, se paquerando, mas, por outro lado, também fazemos um trabalho voltado para dentro, que foca nas nossas temperaturas, nas opiniões. Somos duas pessoas de muita personalidade, então vamos combinando e criando uma conexão. É isso que mantém um casamento de 15 anos com frescor", analisa Otaviano.