PUBLICIDADE
Topo

Como Faustão desbancou Silvio Santos e virou o rei dos domingos

Faustão deixa a apresentação do "Domingão" após três décadas - Reprodução/Globoplay
Faustão deixa a apresentação do 'Domingão' após três décadas Imagem: Reprodução/Globoplay

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

18/06/2021 04h00

Fausto Silva —que teve hoje sua saída da Globo antecipada pelo canal— chegou à emissora carioca há mais de 30 anos, com uma árdua missão: tirar a coroa de Silvio Santos como rei da audiência aos domingos. A direção da Globo havia se frustrado com uma reviravolta na contratação de Gugu Liberato (1959-2019), que voltou atrás e resolveu ficar no SBT.

Faustão estava em alta na Band, fazendo sucesso com o "Perdidos na Noite", e chamou a atenção de Boni, diretor-geral da Globo. O dono do bordão "ô loco, meu" era carismático, irreverente —um tanto desbocado também— e conseguiu manter essa personalidade quando foi para a emissora líder.

Silvio Santos reinava aos domingos até ser derrotado pelo Faustão - João Batista da Silva/SBT - João Batista da Silva/SBT
Silvio Santos reinava aos domingos até ser derrotado pelo Faustão
Imagem: João Batista da Silva/SBT

O "Domingão" estreou e não demorou para vencer o "Programa Silvio Santos". Era uma atração popular e dinâmica, com quadros de games e gincanas, que ajudaram a consolidar a atração como a mais vista da TV brasileira aos domingos.

Em conversa com o UOL no final do ano passado, Boni definiu da seguinte forma o tamanho da vitória de Faustão:

O domingo era do Silvio. E ele foi imbatível até a chegada do Fausto Silva, que realmente liquidou o Silvio.

Boni foi o responsável por levar Faustão para a Globo - Moacyr Lopes Junior/Folhapress - Moacyr Lopes Junior/Folhapress
Boni foi o responsável por levar Faustão para a Globo
Imagem: Moacyr Lopes Junior/Folhapress

Nem mesmo Faustão esperava tanto sucesso

Três décadas. Nem o próprio Faustão esperava que o programa permanecesse todos estes anos no ar. Ele disse, em entrevista ao jornal "O Globo", em 1988, antes da estreia do "Domingão", que não gostava de "fazer sempre a mesma coisa". E afirmou que havia sido contratado por seu estilo informal.

O Boni estava atrás de um maluco que quisesse fazer um programa ao vivo. Achou. E disseram: 'Queremos você do jeito que você é' — Fausto Silva.

"Ganhei do Silvio e nunca tripudiei"

Faustão no 'Melhores do Ano' do 'Domingão' - Victor Pollak/Globo - Victor Pollak/Globo
Faustão no 'Melhores do Ano' do 'Domingão'
Imagem: Victor Pollak/Globo

Mal sabia Faustão que, mais tarde, a guerra de audiência seria ainda mais árdua —agora nos anos 1990, contra Gugu Liberato no "Domingo Legal". Foi a época da baixaria na TV, com o sushi erótico na Globo e a Banheira do Gugu no SBT.

Ao ser entrevistado pela "Folha de S.Paulo", em 1997, o apresentador falou sobre a perda de audiência e mais uma vez lembrou da vitória contra Silvio Santos anos antes. É notável perceber a cordialidade de Fausto em falar sobre seus concorrentes:

Fui líder por oito anos e meio. É como uma seleção de futebol vitoriosa que perde uma [partida]. Não pode desesperar, perder a cabeça, apelar. Ganhei do Silvio Santos por oito anos e meio e nunca tripudiei sobre esse fato. Pelo contrário, tenho respeito pelo profissional, um senhor de quase 70 anos. Mas só eu sei o quanto foi difícil.

Depois, como se sabe, Faustão acabou retomando o primeiro lugar absoluto, inovando com quadros como "Show dos Famosos" e "Dança dos Famosos"; além, claro, de apostar nas imbatíveis "Videocassetadas".

Com a despedida de Fausto do "Domingão", Tiago Leifert assumirá provisoriamente o horário, preparando o terreno para a chegada de Luciano Huck, no ano que vem.