PUBLICIDADE
Topo

Britney Spears ligou para a polícia denunciando abusos antes de depoimento

De acordo com a revista New Yorker, a ligação assustou a equipe de Britney Spears - Reprodução/Instagram
De acordo com a revista New Yorker, a ligação assustou a equipe de Britney Spears Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

05/07/2021 10h31

Na noite de 22 de junho, véspera do depoimento em que Britney Spears detalhou os abusos envolvendo seu regime de tutela, a cantora ligou para a polícia para fazer a mesma denúncia.

De acordo com investigação da revista New Yorker, a ligação assustou a equipe de Britney, que começou a se preparar para a possibilidade de ela quebrar seu silêncio na audiência do dia seguinte.

"Membros da equipe de Spears começaram a mandar mensagens freneticamente. Eles ficaram preocupados com o que Spears poderia dizer no dia seguinte, e discutiram como se preparar para a possibilidade de ela se revoltar", diz a reportagem.

Em geral, as gravações de ligações para o 911 — número para emergências nos Estados Unidos — são públicas. No entanto, o Condado de Ventura (onde Britney vive) não disponibilizou para a revista o registro da ligação da cantora porque faz parte de uma "investigação em andamento".

O depoimento de Britney Spears

No depoimento, Britney confirmou pela primeira vez que o regime de tutela é abusivo e não tem seu consentimento: "Eu só quero minha vida de volta. Já se passaram 13 anos, é o suficiente. Faz muito tempo que eu não tenho o meu dinheiro. É meu desejo e meu sonho que isso acabe. [...] Não está certo me forçar a fazer algo que eu não quero fazer. Eu realmente acredito que essa tutela é abusiva. Eu não sinto que posso viver uma vida plena".

A cantora acusou seu pai e todos os envolvidos em sua tutela de terem um comportamento "criminoso". Além de controlarem todo o seu patrimônio, Britney afirma que os responsáveis pela tutela a drogaram com lítio e implantaram um DIU (Dispositivo Intrauterino) em seu corpo sem seu consentimento.