PUBLICIDADE
Topo

Helio De La Peña diz que teste do sofá na Globo era 'institucionalizado'

Hélio de La Peña falou sobre "testes do sofá" na Globo - Renato Rocha Miranda/TV Globo
Hélio de La Peña falou sobre "testes do sofá" na Globo Imagem: Renato Rocha Miranda/TV Globo

Colaboração para o UOL

08/07/2021 17h55

O ator Helio De La Peña, ex-integrante do extinto humorístico "Casseta & Planeta", disse que os "testes do sofá" eram comuns nos bastidores da Globo, e que certos diretores e produtores da emissora assediavam sexualmente algumas mulheres que tinham o interesse em fazer figuração nas produções da empresa.

Em entrevista ao podcast "Inteligência Ltda", o comediante declarou que nunca chegou a presenciar um ato do tipo, mas que "ouviu falar" sobre esses episódios que, segundo ele, eram "corriqueiros".

"Tinha uma coisa assim que era o tal do 'teste do sofá'. Pra menina fazer uma figuração, os diretores e os produtores assediavam. Eu não via, mas ouvia falar. Era corriqueiro. Porr*, tinha produtor que tinha contato com cafetina e botava as meninas como figuração. Tinha uma coisa de uma libertinagem, de um abuso, um assédio. Quem não cedesse, de fato, não ia pra frente e não subia [na carreira]. Enfim, era uma coisa realmente institucionalizada", afirmou De La Peña.

No podcast, o ator também falou sobre Marcius Melhem, que está sendo acusado pela atriz Dani Calabresa de assédio sexual, e relatou que já ouviu "coisas estranhas" a respeito do famoso.

"Eu não tinha contato com a produção do Marcius, não tinha noção nem ideia do que estava acontecendo. Eu vim saber quando veio à tona [a denúncia] com a revista Piauí. Depois, conversando com alguns amigos lá dentro, me falaram que era isso mesmo, que a coisa era estranha", relatou.

No ano passado, quando a denúncia do suposto assédio veio à tona, Marcius Melhem, em entrevista ao UOL, negou as acusações, e afirmou que já foi "um homem tóxico, mas jamais tive relação que não foi consensual".

Por fim, Helio De La Peña disse que esse comportamento abusivo por partes de alguns produtores e diretores só mudou com a nova política da Globo, o que implicou na demissão de várias pessoas.

"Eles foram atrás e demitiram os produtores que faziam esse tipo jogada, tentando criar um ambiente mais profissional, mais correto e mais decente pra televisão. Algumas pessoas até estranharam um pouco e falaram: 'Ué, mas isso não é mais televisão'", completou.