PUBLICIDADE
Topo

Vice Miss Bumbum diz que sofreu racismo em hotel de luxo no Rio de Janeiro

Juh Campos, vice-campeã do Miss Bumbum 2021 - Reprodução/Instagram
Juh Campos, vice-campeã do Miss Bumbum 2021 Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 16h05Atualizada em 26/07/2021 20h34

Juh Campos, a vice-campeã do Miss Bumbum 2021, diz que vai tomar medidas judiciais após ter sofrido racismo ontem no hotel Hilton Copacabana, no Rio de Janeiro.

"Eu tinha uma reserva, inclusive já paga, para mim e uma amiga trans. Quando chegamos na recepção, fomos impedidas de nos hospedar sem uma explicação e sem uma justificativa", diz a modelo.

"Eu só queria pagar e acessar a área do restaurante, porque eu tinha passado o dia sem me alimentar direito. Mas eles nos enrolaram até o horário do restaurante fechar e não conseguimos acessar a área."

Me senti ofendida, diminuída, humilhada. Eu ofereci uma solução para fazer o pagamento da diária o quanto antes e eles não aceitaram, só porque eu queria acessar o restaurante também. O funcionário me olhava de forma baixa, não aceitava que uma mulher negra estava ali. Não queria nada de graça. Eu estava pagando, e caro.

"Não vou ficar calada, vou lutar por justiça", completa Juh.

Hotel abre investigação interna

Em contato com o UOL, um porta-voz do hotel afirmou que o Hilton Rio de Janeiro Copacabana tem "tolerância zero para qualquer forma de racismo e discriminação e está comprometido em oferecer acomodações de qualidade e um ambiente acolhedor a todos que entram por nossas portas".

"Como parte no nosso procedimento de check-in, nós solicitamos um método de pagamento para o quarto, as taxas e consumos adicionais, com uma identificação com foto, dado que esse é um procedimento padrão na indústria da hospitalidade. Nós levamos esse assunto muito a sério e continuamos nossa investigação interna sobre a alegação relatada", acrescenta a nota.