PUBLICIDADE
Topo

Repórter da CNN abandona transmissão ao vivo no Afeganistão por segurança

Do UOL, em São Paulo

18/08/2021 19h13Atualizada em 18/08/2021 23h12

A repórter norte-americana Clarissa Ward, que trabalha na CNN, pediu para abandonar um link ao vivo em Cabul (Afeganistão) por questão de segurança.

A jornalista — que ocupa a função de correspondente internacional chefe da emissora — alegou que estava sentindo o entorno do local onde fazia uma transmissão ficar perigoso.

John [Berman], Brianna [Keilar], eu acho que eu vou sair daqui, a gente vai ter que encerrar porque está ficando um pouquinho mais complicado aqui.
Afirmou Clarissa aos âncoras do telejornal CNN New Day.

Clarissa Ward entrevistava cidadãos afegãos que tentavam deixar o país, mas foram impedidos pelo Taleban — que tomou a capital do país no último domingo.

Eu tenho a impressão de que eu estou cercada de pessoas aqui e todo mundo aqui tem sua história. Agora eles estão se aproximando, eles estão desesperados para contar sua história porque eles não conseguem passar pelos pontos de controle do Taleban.

Vendo o desconforto da repórter, John Berman pediu que Clarissa deixasse o link caso estivesse se sentindo insegura.

Clarissa, você está no comando. Se você precisar sair, por segurança, nos avise. Se estiver desconfortável.

Segundo a emissora, um combatente do Taleban pediu para a repórter cobrir o rosto no momento em que a equipe realizava o link ao vivo. Os jornalistas deixaram o local após a abordagem de um grupo armado.

Além dos membros do Taleban, a CNN informou que Clarissa Ward também foi abordada por afegãos que não conseguiam entrar no aeroporto de Cabul.

Em entrevista para o apresentador William Waak, da CNN Brasil, Clarissa comentou sobre a relação da imprensa com o Taleban após o grupo assumir o poder no Afeganistão.

O Talibã tem sido bem receptivo e cordial com os jornalistas dizendo que podemos sair e fazer nosso trabalho com as reportagens. Mas sempre se tem uma sensação de estar no limite. Com tantos combatentes diferentes, nunca se sabe em quem você vai esbarrar e qual vai ser a reação.
Clarissa Ward em entrevista à CNN Brasil