PUBLICIDADE
Topo

Marieta Severo teve medo de morrer de covid-19 após internação

Marieta Severo comenta medo de morrer após contrair Covid-19 - Globo/Paulo Belote
Marieta Severo comenta medo de morrer após contrair Covid-19 Imagem: Globo/Paulo Belote

Colaboração para o UOL

22/08/2021 12h00Atualizada em 22/08/2021 12h01

A atriz Marieta Severo, 74 anos, contou que teve medo de morrer durante o tempo em que esteve internada para tratar de sua contaminação com a covid-19.

"Vou ser intubada e morrer?", perguntou Marieta ao médico, de acordo com entrevista da atriz ao O Globo. Segundo Marieta, os últimos dois anos foram "os mais difíceis" de sua vida.

Durante a internação, Marieta chegou a ter 50% do pulmão comprometido e ficou internada no mesmo hospital do marido, o diretor de teatro Aderbal Freire-Filho, que sofreu um AVC em junho do ano passado.

A eterna Dona Nenê acha que que ele conseguirá se recuperar. "Acredito que ele vai conseguir recuperar algo da vida dele e da nossa".

Além da angústia com os problemas de saúde seu e do companheiro, Marieta reforçou que a atual situação política do país também a incomoda.

"Nunca tive uma angústia cívica tão profunda, apesar de ser de uma geração que viveu a ditadura. Sei o que é ter uma barreira diante dos sonhos, do melhor do país, impedindo a gente de florescer em plena juventude. Aqueles tanques na rua... Como alguém defende um regime que coloca um cano de descarga na boca de um jovem, arrastado em um quartel?"

Marieta comentou também a respeito de seu retorno as novelas, em "Um Lugar ao Sol", próxima novela inédita da faixa das 9 da Rede Globo.

"É o personagem mais positivo que já fiz. Ela tem muita sabedoria de vida. Superou momentos difíceis e os transformou em coisas construtivas. Noca sempre me resgata".