PUBLICIDADE
Topo

Filha de Ana Maria Braga adotou sustentabilidade na maternidade

Filha de Ana Maria Braga fala sobre maternidade - Reprodução/Instagram
Filha de Ana Maria Braga fala sobre maternidade Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL

04/09/2021 13h48Atualizada em 04/09/2021 13h48

Mariana Maffeis, filha mais velha da apresentadora Ana Maria Braga, contou que levou a prática da sustentabilidade (que já adotava no dia a dia) até a maternidade. Mariana deu a luz a Varuna em junho deste ano.

"A maternidade também pode ser um grande estopim para aumentarmos nossa consciência e nosso desejo de evolução", contou Mariana em entrevista à Quem.

"Uso fralda de pano no Varuna, assim como usei nas outras duas meninas. Faço isso por vários motivos. Se o bebê fizer xixi e se sentir molhado, ele tem consciência de que ele usa o esfíncter e fica molhado e não fica seco que nem a fralda química".

De acordo com Mariana, a adequação de momentos do dia a dia a sustentabilidade não aconteceu da noite para o dia.

Já estou nesse caminho de me conscientizar e diminuir a minha pegada ecológica há uns 20 anos. Primeiro temos que trabalhar a questão do inconsciente, se é que isso é possível, através de alguma ferramenta que atue no medo" Mariana Maffeis

Uma das mudanças que Mariana fez devido a adoção de hábitos mais sustentáveis foi começar a se alimentar de uma dieta vegetariana. Ela aponta a importância da prática.

"A questão ecológica passa pelos nossos hábitos e não é fácil querer enxergar e questionar. Não é para todo mundo virar vegetariano, mas é possível olhar para isso e repensar".

Por fim, Mariana relembra que o desenvolvimento sustentável está ligado não apenas ao presente, mas também ao futuro.

"Tem a ver com as nossas escolhas, com o que consumimos e de que forma, com o que pensamos da vida. Viemos aqui só para extrair nossas necessidades ou para deixar um lugar melhor para nossos filhos? Na realidade, pegamos emprestada a terra dos nossos filhos e netos. Temos que mudar esse paradigma de que precisamos saciar nossas necessidades. Precisamos cuidar para que os recursos naturais sejam garantidos para as gerações vindouras. Acho que isso é um ponto de partida para uma vida mais sustentável".