PUBLICIDADE
Topo

Patricia Pillar cobra 'delicadezas da vida' que 'Neymar ainda não aprendeu'

Patricia Pillar com "Troféu Domingão - Melhores do Ano"; atriz e Neymar discutem nas redes sociais após post sobre Pelé - Reprodução/Gshow
Patricia Pillar com "Troféu Domingão - Melhores do Ano"; atriz e Neymar discutem nas redes sociais após post sobre Pelé Imagem: Reprodução/Gshow

Do UOL, em São Paulo

13/09/2021 13h41Atualizada em 13/09/2021 13h43

A atriz Patricia Pillar explicou a crítica que fez ao jogador Neymar sobre sua artilharia superar os números de Pelé com a camisa da seleção brasileira. Ela reforçou que não achou certo fazer a declaração sobre os gols naquele momento.

O comentário de Patricia foi referente a uma declaração dada por Neymar após o Brasil vencer o Peru por 2x0 nas eliminatórias da copa na última quinta (9). Ao sair do gramado no fim do jogo e comentar os gols que o aproximaram de Pelé, Neymar afirmou que "vai ser uma honra" passar o artilheiro.

Contudo, Pelé segue na UTI com a expectativa de retorno da função do intestino pelos médicos. O Rei do Futebol, que tem 80 anos, está internado desde o dia 31 de agosto em São Paulo e passou por cirurgia para a retirada de um tumor suspeito no cólon direito.

Após ser cobrado, Neymar rebateu a atriz afirmando ironicamente que a solução seria ele parar de fazer gol. Patricia Pillar respondeu que o craque deveria pensar em "empatia e educação" sobre o momento.

Por uma questão de empatia e educação, não era hora para dizer que passaria o Pelé na artilharia. São essas delicadezas da vida que talvez você ainda não tenha aprendido. Patricia Pillar

Ativa e usando do papel de influência do ofício, a atriz protagonista de "A Favorita" faz cobranças e críticas políticas através das redes sociais. Na descrição da sua biografia no Twitter, ela defende "vacinas para todos já", em referência a imunização contra a covid-19 no Brasil através do SUS.

Além das últimas críticas sobre os atos com viés golpista do 7 de setembro e incentivados por Jair Bolsonaro (sem partido), Patricia Pillar citou a decisão da Anvisa de interromper a partida entre Brasil e Argentina, válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo, no dia 5. O jogo foi suspenso após os fiscais irem atrás de quatro jogadores argentinos —goleiro Emiliano Martínez, o zagueiro Cristian Romero, o volante Lo Celso e o meia-atacante Emiliano Buendía — furaram o bloqueio da quarentena.

Depois de marcar contra o Peru, Neymar chegou a 69 gols pela seleção, se tornando segundo maior artilheiro da história, atrás apenas de Pelé.

O jogador não comentou a situação brasileira no dia dos atos, mas compartilhou vídeos antes das duas partidas: contra a Argentina, suspensa, e contra o peru. A última publicação era ele levantando a camisa e ironizando sua condição física dizendo que "o gordinho está on".