PUBLICIDADE
Topo

Empresária era chamada de 'pitbull', abriu OnlyFans e faturou R$ 1 milhão

Aos 49 anos, Vanessa Freitas entra no OnlyFans e afirma ter o apoio dos filhos - Reprodução/Instagram
Aos 49 anos, Vanessa Freitas entra no OnlyFans e afirma ter o apoio dos filhos Imagem: Reprodução/Instagram

Felipe Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 04h00

Sou uma coach muito dura. Sempre fui chamada nas empresas de coach pitbull. Adquiri esse estilo porque eu precisava dar resultados. Uma característica determinante para o meu OnlyFans ter dado certo é porque lido com ele como se fosse uma administração de empresa.

Implacável nos negócios, Vanessa Freitas, de 49 anos, viu no OnlyFans uma oportunidade de ganhar muito dinheiro. Mais do que isso: de recuperar um padrão de vida que não podia mais oferecer aos três filhos. Ela afirma ter faturado R$ 1 milhão na plataforma de conteúdo adulto em nove meses, mas isso não seria possível sem uma reviravolta em sua vida.

Dona de uma consultoria de desenvolvimento humano há quase 20 anos, atendendo inclusive empresas multinacionais, Vanessa se casou pela segunda vez e passou a viver com a família em um sítio no sul de Minas Gerais. A finalidade era desacelerar o ritmo.

Vanessa Freitas vive com o marido e os três filhos em um sítio no sul de Minas Gerais. - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Vanessa Freitas vive com o marido e os três filhos em um sítio no sul de Minas Gerais.
Imagem: Reprodução/Instagram

"Quando casei com o meu marido, resolvi viver de amor no sítio. Os meus filhos foram crescendo com um padrão de vida menor em relação àquela mãe que os criou com motorista. Eu não era o Abílio Diniz, mas tinha esse padrão de vida. Certo dia, meu filho começou a pedir tênis, telefone e eu não tinha como comprar", lembra.

A cearense focada, obcecada por resultados, renasceu em 24 de dezembro do ano passado, mas de uma forma completamente inusitada. Naquele dia, Vanessa aceitou gerenciar a própria vida na plataforma de conteúdo adulto. Ela conta foi como aconteceu esse "milagre de Natal":

A minha filha foi na geladeira [que estava vazia] e falou, 'chega, mãe, uma mulher culta como você não pode ficar nessa'. Nunca me passou pela cabeça que ela estava me sugerindo que eu abrisse um OnlyFans. Pensei: o que farei nua?..

Era para ser uma experiência de poucos meses. Vanessa concordou pois foi convencida pelos filhos de que não precisaria publicar fotos pelada: "Eles sabiam como aquilo seria agressivo para mim". A empresária diz que no início a conta parecia um Instagram de luxo, exclusivamente com fotos sensuais.

A brincadeira, no entanto, acabou virando coisa séria em pouco tempo. "No primeiro mês, o faturamento foi surpreendente. Mais de R$ 100 mil! A família ficou chocada. No segundo mês, também bombou", afirma.

Mas as pessoas não renovaram a assinatura porque não tinha nudez. Quem consome pornografia não quer ver mulher de calcinha e sutiã.

Vanessa Freitas começou no OnlyFans só com fotos sensuais após ser encorajada pelos filhos - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Vanessa Freitas começou no OnlyFans só com fotos sensuais após ser encorajada pelos filhos
Imagem: Reprodução/Instagram

O início de uma nova fase no OnlyFans

Vanessa entendeu que para sobreviver no OnlyFans e, principalmente, para continuar vendo o dinheiro entrar na conta, teria que tirar a roupa para os assinantes. Depois de conversar com a família, a empresária levou o negócio a uma nova etapa.

Perguntei aos meus filhos, vocês estão preparados? Eles falaram: 'todo mundo tem vagina, bunda e peito'. Eu vendo fotos que homens gostam de ver, mostrando tudo. Não são fotos sensuais.

O conteúdo de Vanessa Freitas é composto por vídeos e fotos com nudez explícita, mas sem sexo. O valor mensal da assinatura é de US$ 17,99 (aproximadamente R$ 94).

Vanessa Freitas foi Musa do Brasileirão e hoje faz sucesso no OnlyFans - Samuel Melim - Samuel Melim
Vanessa Freitas foi Musa do Brasileirão e hoje faz sucesso no OnlyFans
Imagem: Samuel Melim

A alma do negócio

Administrar a conta na plataforma exige a mesma dedicação de Vanessa com a sua empresa de consultoria. São, no mínimo, 16 horas de trabalho por dia, que envolvem reserva de hotéis para ensaios de fotos, agendamento de postagens e investimento com lingeries e acessórios.

O conteúdo é principalmente caseiro, sem uso de ferramentas de retoques como Photoshop. Diz que as fotos naturais fazem mais sucesso com os assinantes.

"Um dos meus maiores diferenciais é ser uma mulher madura dentro do OnlyFans. Quero que a minha conta seja a melhor do mundo dentro da minha proposta de nudez. É uma forma de mostrar que podemos envelhecer de outra forma", diz.

Meta de mais de R$ 2 milhões

Foram três meses sem dormir após entrar na plataforma. De tão tensa, afirma ter contraído uma conjuntivite nervosa. Hoje, ela já consegue relaxar um pouco mais com a ideia de se expor neste nível de intimidade. Mas a empresária já se deu um prazo para parar:

Não posso dizer que é confortável, mas é aceitável. É um negócio que só quero abrir mão daqui dois anos. Preciso segurar bem o corpo para continuar. Em dois anos ganharei o suficiente e saio fora. Na minha idade, não quero popularidade. Quero dinheiro.

O objetivo é alcançar aproximadamente R$ 2,5 milhões até completar dois anos dentro da plataforma.

Reação do marido: "Chorava muito"

Se por um lado Vanessa foi encorajada pelos filhos a entrar no OnlyFans, por outro o marido sofreu no início. "Foi um parto para ele aceitar. Ele chorava muito. Demorou uns três meses para ele aceitar de verdade".

Eu blefava, falava, meu amor, pelo nosso casamento eu largo isso se você quiser. Mas ele via que não tinha como cobrir as despesas dos meus filhos e dar o que eu precisava para terminar a criação deles. Ele concordou e hoje é meu maior parceiro.

Vanessa diz que o marido não participa da produção do conteúdo que ela faz:

Pensam que ele gosta de ver eu me exibindo para outros homens. Ele não fica presente na hora das fotos e vídeos. Ele não participa de nada. Ele apoia exclusivamente pela parte financeira. Nada mais.

OnlyFans é um site popular na indústria do entretenimento adulto. Nele, as pessoas podem assinar fotos e vídeos de outros, seja famoso ou anonimo. Não há censura para imagens nuas. Ele foi lançado em 2016 no Reino Unido. No Brasil, a página conta com celebridades como Anitta, Raíssa Barbosa, Silva e Rita Cadillac.