PUBLICIDADE
Topo

Fábio Jr. ganha processo contra empresa de remédio para impotência

Fábio Jr. ganha ação e recurso contra empresa que usou sua imagem indevidamente - Reprodução/Instagram
Fábio Jr. ganha ação e recurso contra empresa que usou sua imagem indevidamente Imagem: Reprodução/Instagram

Lucas Pasin

do UOL, no Rio

20/09/2021 20h01

Fábio Jr. ganhou o recurso contra uma marca de suplementos que prometia combater a impotência sexual e utilizava de sua imagem indevidamente na divulgação. Em conversa com o UOL, o advogado do cantor confirmou a decisão.

O processo foi encerrado e o cantor Fábio Jr. ganhou o recurso e a ação. Como estava em segredo de Justiça, não estamos autorizados a fornecer mais detalhes", informaram os advogados de Fábio Jr. por meio de sua assessoria.

De acordo com o colunista Rogério Gentile, do UOL - em matéria publicada em dezembro de 2020 - Fábio Jr. descobriu em agosto de 2017 que a empresa estava usando o seu nome em uma imagem para vender um suposto medicamento contra a impotência sexual. O anúncio "fake" dizia que o cantor havia tomado a "pílula milagrosa" para se curar, e ainda trazia uma foto do artista com as filhas.

O cantor ganhou o processo em dezembro de 2020, mas ficou insatisfeito com o valor determinado pela Justiça, e, por isso, recorreu. O recurso também foi dado a favor do artista romântico.

Em publicação de hoje do site "Metrópoles", o colunista Leo Dias revela que o valor da ação movida por Fábio Jr. era de R$ 300 mil. A Justiça teria decidido pelo valor de R$ 50 mil, mas após o recurso, a empresa deverá pagar o valor de R$ 100 mil por Danos Morais.

Além da indenização por danos morais e por uso indevido de imagem, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) já havia condenado a empresa a publicar uma retratação, desmentindo as informações veiculadas em nome do músico.