PUBLICIDADE
Topo

'O problema foi a forma', diz repórter do SBT barrada por roupa no Planalto

Do UOL, em São Paulo

20/09/2021 23h43Atualizada em 21/09/2021 14h28

A repórter Nathalia Fruet, barrada hoje no Palácio do Planalto por conta de suas roupas segundo o "SBT Brasil", compartilhou um vídeo para comentar sobre a situação. Ela afirma que "faltou bom senso" aos seguranças na forma como a situação foi administrada.

Se existe uma regra, ela precisa ser seguida. O problema foi a forma. Eu já tinha entrado no Palácio do Planalto e deixado as minhas coisas no centro de imprensa. Peguei o meu vale-refeição, o celular e fui almoçar. Eu fui barrada em uma das portarias no retorno. Eu expliquei que, para trocar de roupa, precisava entrar, pegar a minha bolsa e a carteira. E isso que eles não queriam permitir.
Nathalia Fruet

Em um vídeo compartilhado nos Stories do Instagram, a jornalista explicou que, caso fosse alertada sobre a norma na primeira entrada, não precisaria resgatar os itens pessoais. "O que pegou mal foi a forma, não a norma".

A minha reclamação é de que faltou bom senso nesse caso. Eles poderiam administrar a situação de outra forma. A liberação só aconteceu com a condição de me acompanharem até o centro de imprensa.
Nathalia Fruet

Nathalia também reforçou que todos os colegas que costumam realizar coberturas políticas em Brasília acompanharam quando ela chegou ao centro de imprensa ao lado de um segurança.

Gerou um constrangimento porque fiquei parada com dois seguranças, que usaram detectores de metal. É uma portaria que muitas pessoas circulam e ninguém entendia o que estava acontecendo.

Procurado pelo UOL, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) afirmou que "foi cumprida a Norma nº X - 409, de 24 de junho de 2020, que trata de acesso de público ao Palácio do Planalto e seus anexos."

O órgão também reforçou o trecho da norma sobre o tema:

3.5 O ingresso ao Palácio do Planalto e seus Anexos será admitido a pessoas trajando terno passeio completo, uniforme ou vestido, permitindo-se também roupas esportes, tais como blazers, paletó, camisa e calça de cores e tecidos diferentes, sem gravata, e camisa esporte com colarinho e calça comprida, para homens, bem assim, blusa e saia ou blusa e calça comprida, para mulheres. diz o documento