PUBLICIDADE
Topo

Ex de modelo achada nas ruas do Rio fingiu ser russo e filho de diplomata

Andre Birleanu e Eloísa Fontes mantinham uma relação conturbada, segundo o pai e a irmã do modelo romeno - Reprodução: Instagram
Andre Birleanu e Eloísa Fontes mantinham uma relação conturbada, segundo o pai e a irmã do modelo romeno Imagem: Reprodução: Instagram

Colaboração para o UOL, em Alagoas

06/10/2021 04h00Atualizada em 06/10/2021 10h23

O modelo Vivien Adrian Birleanu, conhecido pelo nome artístico Andre Birleanu, virou assunto no Brasil devido ao relacionamento com a modelo alagoana Eloísa Fontes, que ganhou os noticiários de todo o país após ser encontrada desorientada nas ruas e ser internada em uma clínica psiquiátrica.

Nas redes sociais, Andre Birleanu costumava se apresentar como sendo natural da Rússia, filho de um diplomata e de uma funcionária das Nações Unidas. Essas informações, no entanto, são falsas. A verdadeira naturalidade do modelo é romena e seu pai, Vivian Vladimir Birleanu, que trabalha como advogado, não possui cargo na diplomacia russa.

Em janeiro deste ano, em entrevista à "Época", Vladimir se disse "perplexo" com as atitudes de seu filho e afirmou que todos eles são naturais da Romênia, país localizado no sudeste europeu.

"Somos todos romenos. Ele diz que nasceu em Moscou. Não é verdade. Sua mãe, Carmen, minha primeira mulher, mudou-se para os Estados Unidos quando ele ainda era pequeno", contou.

A última vez que vi meu filho foi no ano passado. E perdi completamente o contato com a Eloísa depois que eles se separaram

Relacionamento conturbado

Andre Birleanu e Eloísa Fontes se conheceram em 2012, casaram e, pouco tempo depois, tiveram uma filha, atualmente com 7 anos. A relação entre os dois, no entanto, terminou de forma conflituosa e o modelo conseguiu ganhar na Justiça a guarda da criança.

Em seguida, também por uma determinação judicial, ele ficou impossibilitado de continuar cuidando da herdeira e a menina foi encaminhada para um lar temporário. No último domingo (3), em entrevista ao "Domingo Espetacular", da Record TV, a alagoana disse não saber sobre o paradeiro de sua filha e que a única informação que lhe passaram é que ela está vivendo com uma família britânica.

O avô paterno da garota também não sabe exatamente onde a neta se encontra e diz que gostaria de ter a oportunidade de criá-la.

À "Época", ele disse não saber como o modelo conseguiu perder a guarda da menina, apenas que ele teria tido problemas com as autoridades inglesas, e isso motivou a transferência de custódia.

Andre pode ser responsável por situação de Eloísa, diz pai do modelo

Para o advogado Vivian Vladimir Birleanu, Andre Birleanu tem responsabilidade pelas turbulências enfrentadas por Eloísa Fontes até chegar ao extremo de ir parar nas ruas. Ele diz que quando os dois eram casados, a relação entre eles era marcada por brigas constantes.

Cristina Raducan, irmã de Adrian e ex-cunhada de Eloísa, também contou à "Época" que chegou a conviver um tempo com a brasileira, durante o período em que ela e seu irmão moraram na Romênia, logo após o nascimento da criança. Ela diz que a alagoana "sempre foi uma pessoa forte" e "aparentava ser uma mãe dedicada".

Assim como o pai, a irmã também credita Andre Birleanu pelas dificuldades vivenciadas por Eloísa. Segundo contou, o relacionamento entre eles era "abusivo". Raducan alega que a alagoana tem sua "parcela de culpa", mas ressalta que ele "sempre foi o principal responsável pelos problemas".

Modelo diz que brasileira 'abandonou' a filha

Em outubro do ano passado, quando Eloísa Fontes virou notícia após ser encontrada desorientada no Morro do Cantagalo, no Rio de Janeiro, Vivien usou as redes sociais para fazer acusações contra a alagoana. Na ocasião, ao publicar um texto em inglês, cheio de ofensas, ele disse que a modelo teria abandonado a filha e era viciada em drogas.

Segundo escreveu, antes de ir parar nas ruas do Rio, Eloísa "namorava um policial gordo e feio, que a pôs na rua e na miséria". Ainda, ele fala em "feministas tóxicas" ao questionar se "fosse um homem" no lugar dela "ou uma mulher negra, como milhões de outras por aí, vocês iriam se importar tanto?".

Na entrevista ao "Domingo Espetacular", Eloísa Fontes preferiu não falar sobre sua relação com o ex-marido. Entretanto, parentes dela contaram que ele era o responsável pelas tomadas de decisões profissionais da modelo e também administrava o dinheiro que ela ganhava - no auge, Fontes chegava a faturar até R$ 35 mil por ensaio.

Eloísa Fontes quer recomeçar

eloisa - Divulgação - Divulgação
Eloísa Fontes
Imagem: Divulgação

Após retornar para o lado da família no interior de Alagoas, Eloísa Fontes precisou ser internada para tratar o vício em drogas. Hoje, ela e os parentes enfrentam dificuldades financeiras e moram em uma casa simples. No entanto, a modelo diz que pretende voltar a estudar e trabalhar na antiga profissão. Segundo contou, sente falta da "adrenalina do trabalho".

"[Hoje] me sinto em paz, me sinto uma pessoa tranquila, de volta para os braços da minha mãe. É a melhor coisa quando [você] volta e vê o que deixou", declarou.

Antes de ser vista desorientada no Rio de Janeiro, no ano passado, ela chegou a ficar cinco dias desaparecida na época em que morava em Nova York, nos Estados Unidos, até ser encontrada pela polícia local, andando nua e muito confusa pelas ruas da cidade.

Eloísa Fontes participou do concurso "Top Model" da apresentadora Ana Hickmann, da Record TV, em 2011, quando tinha 16 anos. No ano seguinte mudou para São Paulo a fim de dar início à carreira nas passarelas.

Depois de anos trabalhando para diversas marcas, em fevereiro de 2019 Eloísa ganhou espaço na carreira internacional e foi para os Estados Unidos. No exterior, ela foi contratada pela Marilyn Agency, em Nova York. A modelo tem no currículo marcas internacionais como Dolce & Gabbana e Louis Vuitton, e capas de revista para Elle, L'Officiel, Grazia e Glamour.