PUBLICIDADE
Topo

Famosos

Príncipe Harry e Meghan incentivam cidadãos dos EUA a votarem na eleição

 Harry e a mulher, Meghan, participaram de vídeo em que ela cobra ida até as urnas nos EUA -
Harry e a mulher, Meghan, participaram de vídeo em que ela cobra ida até as urnas nos EUA

Michael Holden

Da Reuters, em Londres

23/09/2020 15h02Atualizada em 23/09/2020 15h02

O príncipe britânico Harry e sua mulher, Meghan, pediram aos norte-americanos que se registrem para votar nas próximas eleições presidenciais dos Estados Unidos, entrando em território político, no qual a realeza britânica tradicionalmente não se arrisca.

Em um vídeo para a "2020 Time 100" — a lista da revista norte-americana das pessoas mais influentes do mundo — o casal disse que as pessoas que puderem votar deveriam fazê-lo.

"A cada quatro anos, ouvimos a mesma coisa: que esta é a eleição mais importante de nossas vidas", disse Meghan.

Harry e Meghan agora moram na Califórnia, tendo renunciado a suas funções principais na realeza britânica em março.

"Mas esta é. Quando votamos, nossos valores são colocados em ação e nossas vozes são ouvidas, sua voz é um lembrete de que você é importante, porque você importa, e você merece ser ouvido", completou ela.

Meghan, que se casou com o neto da rainha Elizabeth em 2018, criticou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante a campanha eleitoral de 2016, como sendo misógino e divisivo.

No ano passado, Trump, ao ouvir as críticas de Meghan, afirmou: "Eu não sabia disso. O que posso dizer? Não sabia que ela era desagradável."

Famosos