Topo

"Eu não queria que o Marcos fosse seguido", defende Marcelo Ié Ié

Reprodução/R7
Marcelo Ié Ié lamenta ida de Marcos Harter à roça Imagem: Reprodução/R7

Do UOL, em São Paulo

17/10/2017 09h12

Alguns peões não concordaram com a estratégia de Rita Cadillac ao chamar Marcos Harter para compor a roça, na noite desta segunda-feira (16). Por conta disso, Monique Amin, Aritana e Marcelo Ié Ié acham que as chances da peoa continuar na disputa ficaram menores.

"Entre o Conrado e o Nahim, eu acho que ela voltava. Mas agora ela chamou o Marcos, eu não sei...", declarou Monique. Aritana concordou plenamente com a peoa: "Eu falei isso à tarde para ela, que ela iria e voltava como fazendeira", assegurou. Marcelo então lamentou a ida do médico, pela segunda vez seguida, à roça. "Eu não queria que o Marcos fosse seguido. A gente conversou tanto sobre isso, cara."

A ex-participante do "MasterChef" disse que também não entendeu o motivo de Rita chamá-lo. "Eu fiquei puta com ela por ter chamado o Marcos. O Conrado fez o que fez, derrubou a equipe e meteu o pé em mim e na Rita", alegou. A ex-BBB tentou defender o cantor. "Mas eu acho que não foi tão pensado."

Aritana continuou com a sua opinião sobre a estratégia do colega de confinamento. "Ele chamou os dois sabendo que iria sobrar só eu e a Rita para a votação", pontuou. "Mas ele tava chamando para puxarem ele da baia", justificou Amin. "Ele tava tentando se salvar", respondeu a chef. Mas uma vez, a morena ficou do lado do Conrado. "Ele falou o que tivesse no envelope, era para chamá-lo", contou. "Eu acho que ele tava fazendo o jogo de coitadinho", finalizou Maroni.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!