Topo

Ao vivo, Viegas fala "Fora Temer", ataca racismo e descobre prisão de Lula

Reprodução/TvGlobo
Após eliminação, Viegas conversa com Tiago Leifert Imagem: Reprodução/TvGlobo

Do UOL, em São Paulo

09/04/2018 00h42

Na noite deste domingo (08), logo após ser eliminado  com 57,64% dos votos, Viegas aproveitou o programa ao vivo para fazer um discurso de despedida de alto teor político. O músico também foi surpreendido pela notícia da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, informação que recebeu assim que abraçou um de seus amigos na plateia.

O brother nunca se esquivou de posicionamentos políticos e já tinha criticado um discurso racista de William Wack. Ao pedir a palavra para Leifert, o músico disse: "Fora Temer", atacou o racismo estrutural no Brasil e ressaltou: "A periferia vive". 

"Eu venho de um lugar onde as pessoas não sonham mais, onde não acreditam na vida. Eu consegui chegar aqui sem roubar, mostrando que a Cohab Juscelino vive, tem gente de bem. Estamos cansados de ser arrastados todo dia que nem a Cláudia [Cláudia Silva Ferreira, arrastada por um carro da PM no Rio de Janeiro], mortos que nem o João Vitor [o adolescente João Vitor Gomes, de 13 anos, baleado em um colégio em Goiânia], esquecidos como o Amarildo [o pedreiro Amarildo de Souza, morto em 2013; dois policiais foram condenados por corrupção de testemunhas] e presos como Rafael Braga [ex-morador de rua preso em São Paulo em um protesto por posse de uma garrafa de desinfetante]", disse o brother, sério.

Reprodução/TvGlobo
Imagem: Reprodução/TvGlobo

"Mesmo gritando todo dia 'Fora Temer', todos os dias a galera faz isso com a gente. Vim aqui pra provar que a periferia vive", completou o paulistano. Assim que abraçou sua família e reencontrou os amigos, Viegas levou um susto ao ser informado da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!