Topo
Blog do Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Renato Aragão no Instagram é melhor que muito programa de humor na TV

Mauricio Stycer

06/05/2019 16h18

Renato Aragão animou o sábado de seus seguidores no Instagram com um rápido número de stand up. Contou apenas três piadas, entre as quais esta aqui: "Gente, vocês sabem a diferença da ambulância pro sutiã? A ambulância socorre os feridos; o sutiã socorre os caídos".

A mais picante, que eu não recomendaria para menores de 2 anos, foi a primeira: "Vocês sabem a diferença da cuíca pra cueca? A cuíca ronca e a cueca escuta o ronco".

A terceira foi basicamente o roteiro de um esquete dos Trapalhões: "Sabem a diferença da bicicleta pro banheiro? A bicicleta a gente senta pra correr. O banheiro a gente corre pra sentar". Veja no vídeo acima como Didi encena a última palavra da frase – ele está se divertindo muito.

Renato descobriu o Instagram há alguns meses, como mostrou reportagem de Carolina Farias, no UOL, que o chamou, carinhosamente, de "blogueiro trapalhão". "Não pretendo ser blogueiro, não. Estou só brincando", disse.

Didi tem publicado vídeos com piadas rápidas, alguns gifs e fotos engraçadas. Ganha milhares de seguidores a cada post. No momento em que escrevo, está com 2,4 milhões de seguidores – mais gente que a audiência em São Paulo de quase todos os programas da RedeTV!.

O comediante parece estar totalmente à vontade e, mais que isso, radiante. Longe da TV e do cinema há alguns anos, reencontrou o carinho do público na rede social. A cada imagem que publica, recebe milhares de comentários com elogios e lembranças saudosas dos velhos tempos.

E o trapalhão tem explorado, com muita sabedoria, exatamente esta nostalgia. Na semana passada, sentado no jardim, observou: "O calor aqui está tão grande que passarinho tá voando com uma asa só; a outra é para se abanar", disse. "Vou aproveitar para refrescar a minha cabeça" observou. Ao fundo, alguém gritou: "E esquentar a bunda!" O banco onde ele estava sentado era, na verdade, uma luminária, que foi acesa. Renato saiu correndo, como nos velhos tempos. "Ai! Esquentou mesmo!"

Melhor que muito programa de humor na TV.

Veja também
Fãs de Renato Aragão mereciam uma biografia mais complexa sobre o artista

Siga o blog no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Mauricio Stycer, jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 30 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o diário esportivo "Lance!" e a revista "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018), "Adeus, Controle Remoto" (Arquipélago, 2016), “História do Lance! – Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo” (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011).

Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Sobre o blog

Um espaço para reflexões e troca de informações sobre os assuntos que interessam a este blogueiro, da alta à baixa cultura, do esporte à vida nas grandes cidades, sempre que possível com humor.