PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Barney


Novo anormal: Fla-Flu no SBT já é uma das coisas mais esquisitas do ano

Silvio Santos (Reprodução/SBT) - Reprodução/SBT
Silvio Santos (Reprodução/SBT) Imagem: Reprodução/SBT
Chico Barney

Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

15/07/2020 17h13

Imagine só conseguir uma vaga na lista das coisas mais esquisitas em um ano como 2020, caro leitor. Pois é exatamente isso que já conquistou a transmissão do Fla-Flu pelo SBT, antes mesmo de ir ao ar.

E nada contra. Como diria o artista, o que seria do mundo sem as coisas que não existem?

Faz tempo que a emissora tenta se afastar completamente de qualquer coisa minimamente factual. Poucos jornalísticos, raras interrupções para mostrar fatos urgentes, cobertura lacônica do mundo desportivo, mesmo em grandes eventos.

O negócio do SBT é o entretenimento. Com conteúdo original, como nos programas de auditório, nas novelinhas jovens e nos realities de culinária, ou principalmente nos enlatados, em toda a graça das tramas mexicanas, séries norte-americanas e filmes.

A expectativa agora é descobrir de que maneira se comportará a audiência. Se der tudo certo, pode apontar para um caminho cheio de novidades, agora que cada time pode negociar seus contratos diretamente com os distribuidores de conteúdo.

Muitos esperam a abordagem "sbetista", que sempre foi deveras particular. Durante uma fase dos anos 1990, era divertido acompanhar as transmissões de Silvio Luiz, o mascote Amarelinho e até mesmo o Gol Show, game apresentado em fases diferentes por Silvio Santos e pelo próprio narrador.

O novo anormal é uma final de campeonato carioca na tela do SBT. O imperdível Fla-Flu começa às 21 horas.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Chico Barney