Topo

Coluna

Leo Dias


Mateus Solano leva calote de R$80 mil de empresa de venda de ingressos

Mateus Solano no "Conversa com Bial" - Reprodução/Globo
Mateus Solano no "Conversa com Bial" Imagem: Reprodução/Globo
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e apresentador do programa "Fofocalizando", do SBT. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

02/10/2019 15h20

Mateus Solano esteve na terça-feira (1) no Fórum da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, acompanhado do advogado Ricardo Brajterman, para uma audiência em que cobra da companhia 'CompreIngressos.com' o valor de R$80 mil.

É que a empresa ré, que se dedica à venda on-line de entradas para espetáculos e shows, não teria repassado para a produção do espetáculo 'Selfie', estrelado por Solano e Miguel Thiré, o valor dos ingressos referentes a encenação da montagem em Aracaju e Goiânia.

De acordo com o advogado do ator, o processo seguirá em revelia, já que a empresa está fugindo das audiências. Ainda segundo Brajterman, outros atores, como Herson Capri, Christiane Torloni e Monica Martelli também estão processando o site alegando que também sofreram calote.

"Essa empresa está dando um golpe duro no teatro, que tem sofrido muito nesta crise. O mais estranho é que o site continua ativo, recebendo valores de ingresso, mas não paga a sua dívida, que só faz crescer", conta o advogado.

A empresa 'Compreingresso.com' foi procurada pela Coluna do Leo Dias, mas não retornou ligações e nem e-mails durante todo o dia. O telefone geral da empresa, disponível no site, não completa ligações.

*Com colaboração de Lucas Pasin

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL