Topo

Coluna

Leo Dias


Boicotada no ano passado, Ludmilla é o grande destaque do Prêmio Multishow

Ludmilla vence prêmio de melhor cantora do ano no Prêmio Multishow - Roberto Filho/Brazil News
Ludmilla vence prêmio de melhor cantora do ano no Prêmio Multishow Imagem: Roberto Filho/Brazil News
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e apresentador do programa "Fofocalizando", do SBT. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

30/10/2019 03h02

Se tem algo que é certo nesse mundo é que ele dá voltas, que o diga Ludmilla. A funkeira, que sofreu boicote no Prêmio Multishow do ano passado, ficando de fora das apresentações no palco e sendo indicada em apenas uma categoria, saiu da premiação deste ano como a grande vencedora da noite, e não só por ter levado os prêmios de 'Cantora do Ano' e 'Chiclete do Ano', pela música 'Onda Diferente'. A vibração e felicidade dos artistas presentes no momento em que Ludmilla foi anunciada como melhor cantora, entre eles Ivete Sangalo, Iza e Preta Gil, foi um prêmio a mais para a funkeira, e nem mesmo a ausência de Anitta no recebimento da estatueta de 'música mais grudenta' ou as vaias que recebeu de fãs da 'poderosa' ofuscou o brilho da funkeira.

A apresentação de Ludmilla foi outro momento de destaque, assim como as palavras de Paulo Gustavo, apresentador da premiação junto à Anitta, destinadas a ela. Ele exaltou a força da cantora e falou rapidamente sobre o quão difícil é para uma pessoa com as mesmas condições de Ludmilla conquistar tudo o que ela tem conquistado. "Você é uma mulher negra, gay, periférica. Não é fácil chegar aonde você chegou. Você inspira milhares de pessoas.", disse ele, ratificando o discurso feito pela artista momentos antes.

"Desculpa a emoção. É um choro de uma luta muito grande e longa, que estava preso dentro de mim.", disse Ludmilla assim que subiu ao palco para receber o prêmio de 'Cantora do Ano'. Em seguida, mandou um recado inspirador para as mulheres. "Nunca deixem ninguém falar o que você é. Se você tem um sonho, lute como uma garota, que vai conseguir.", disse a cantora, que soube sair por cima diante das vaias. Ludmilla as agradeceu e disse que elas a faziam pensar sobre o que fazer ou não com as pessoas, silenciando as vozes de quem, pouco antes, bradava contra ela.

* Participaram desta cobertura Geizon Paulo, Leo Dias e Monique Arruda

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias