Topo

Coluna

Leo Dias


Ludmilla é apresentada a agentes nos EUA e decide que cantará em português

Ludmilla - Reprodução/Instagram
Ludmilla Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e apresentador do programa "Fofocalizando", do SBT. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

07/11/2019 10h26

Os últimos três dias de Ludmilla foram de muitas reuniões em Los Angeles, nos Estados Unidos. Ela foi apresentada a três empresários e mostrou projetos que foram considerados viáveis e alguns até já estão aprovados.

A funkeira encontrou-se inicialmente com Scooter Braun, da SB Projects. Ele gerencia a carreira de nomes como Justin Bieber e Ariana Grande.

Lud passou ainda pela gravadora Roc Nation, que pertence a Jay Z, e, por fim, se reuniu na agência CAA, a Creative Artists Agency, que pertence à cantora Beyoncé. Ela conversou com um agente da popstar, mas o nome do profissional não foi revelado.

O maior receio de Ludmilla, o de não falar inglês, foi minimizado pelos agentes. Eles citaram o sucesso do K-Pop, movimento musical oriundo da Coreia do Sul, que encontrou excelente mercado nos Estados Unidos. O que ficou definido é que Ludmilla cantará, sim, em português.

A cantora saiu das reuniões entusiasmada e cheia de projetos a serem desenvolvidos. O que mais a impressionou nos encontros foi a receptividade à sua música e ao seu talento absolutamente genuíno.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias