Topo

Coluna

Leo Dias


Google convida Pedro Scooby a criar reality show de sua vida no YouTube

Pedro Scooby - Reprodução/Instagram
Pedro Scooby Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

17/11/2019 00h55

Resumo da notícia

  • O surfista Pedro Scooby foi convidado pela Google para ter um canal no YouTube sobre seu dia-a-dia como surfista e pai.
  • Onze episódios já foram gravados, mas Scooby não quis detalhar informações sobre o projeto.
  • O surfista aproveitou para desmentir boatos de que será pai novamente.

Logo após encerrar contrato com o canal Off, onde tinha o programa "Pedro vai pro mar" e participou da segunda temporada de "Alerta: Ondas Gigantes", Pedro Scooby foi procurado pelo Google.

A gigante da internet o convidou a ter um canal no YouTube sobre sua vida, seu dia a dia de surfista e pai. Onze episódios já foram gravados. E toda produção está a cargo da multinacional.

Atualmente, Scooby está em Portugal e não quis entrar em detalhes sobre a estreia do canal: "não sei se posso falar"

Ele também negou os boatos que circularam sobre ele ser novamente pai após a postagem de um amigo no Twitter.

*Com colaboração de Lucas Pasin

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias