Topo

Coluna

Leo Dias


Em Lima, jornalista da Globo canta hit do Flamengo com apologia à violência

Mariana Gross, apresentadora da Globo Rio - Reprodução/Instagram
Mariana Gross, apresentadora da Globo Rio Imagem: Reprodução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

22/11/2019 21h06

Mariana Gross, uma das principais apresentadoras da Globo Rio, comandando os jornalísticos regionais da emissora, está de folga em Lima, no Peru, para a final da Libertadores. Torcedora apaixonada do Flamengo, ela foi flagrada, em vídeos enviados à Coluna do Leo Dias, bastante empolgada e cantando diversos hinos a favor do time.

Porém, um detalhe chamou à atenção não só da Coluna, mas de internautas nas redes sociais. Mariana, que cobre diariamente a violência pública com duras críticas, estava cantando um hino que faz clara apologia à violência, com frases como "Vou dar porrada na torcida vascaína" e "vou sacudir a Força Jovem na cidade".

Em um perfil no Twitter, um torcedor do Vasco compartilhou o vídeo e falou: "A questão não é o time que ela torce [...] A parada é ela cantar música fazendo apologia à violência e depois ficar em rede social ou no RJTV falando mal da torcida organizada e caindo em contradição, falando das brigas."

De acordo com fontes da Coluna, a orientação interna da TV Globo para todos seus funcionários que estão lá de folga é para 'pegarem leve' e 'redobrarem a atenção'. O vídeo de Mariana não pegou bem para a jornalista.

"Reconheço que errei"

Procurada pela Coluna do Leo Dias, a Comunicação da Globo enviou uma declaração de Mariana Gross falando das acusações e reforçando seu trabalho contra a violência.

"Desde pequena sou torcedora do Flamengo e, neste momento tão alegre e feliz para o futebol brasileiro, me deixei levar pela empolgação dos torcedores. Quem conhece o meu trabalho sabe do meu respeito e carinho pelo Rio e por todos os cariocas. Minha intenção foi apenas celebrar com torcedores do Flamengo nessa hora de festa e descontração. De modo algum quis incentivar qualquer ato de violência contra quem quer seja, nem ofender qualquer torcida. Reconheço que errei, e muito, ao repetir um refrão que devia repudiar. Nenhuma alegria é justificativa para repetir uma canção como aquela. Peço desculpas pela impressão causada especialmente à torcida vascaína", disse Mariana.

* Com Colaboração de Lucas Pasin

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias