PUBLICIDADE
Topo

Religião evangélica de Diego Hypolito causou crise no namoro e conversão

Jair Bolsonaro e Diego Hypolito - Reprodução/Instagram
Jair Bolsonaro e Diego Hypolito Imagem: Reprodução/Instagram
Blog do Leo Dias

Notícias exclusivas sobre o mundo das celebridades e os bastidores do show business no Brasil.

Colunista do UOL

28/11/2019 15h45

A Coluna do Leo Dias descobriu que o relacionamento de Diego Hypolito com o advogado Marcus Duarte esteve abalado por conta da religião evangélica do atleta. Diego, que foi visto orando recentemente com Michelle Bolsonaro, primeira-dama do Brasil, é batizado na igreja Bola de Neve, em Brasília, e teria exigido que o namorado também se dedicasse à fé. Para fugir da crise o jeito encontrado pelo casal foi a conversão de Marcus. Ele foi recentemente batizado na mesma igreja, na última quinta-feira (22).

Neste meio tempo, da declaração ao UOL em maio assumindo ser gay pra cá, Diego Hypolito chegou a fazer anúncio para a marca de gel íntimo KY, muito popular entre os gays, e a tirar foto com o presidente Jair Bolsonaro, pouco popular entre os gays.

Inclusive, depois da foto ao lado de Bolsonaro viralizar, Diego sofreu um pedido de boicote por parte do público LGBTQ+ e deixou de aparecer na campanha da marca de lubrificantes KY. De acordo com comunicado da marca ao UOL, ele continua na campanha, mas 'agora eles contarão também outras histórias'.

Agora, depois de tudo isso, a notícia de que a religião evangélica foi uma imposição de Diego para Marcus. O que será que vem mais por aí?

A Coluna tentou contato com Diego Hypolito para que ele comentasse os últimos acontecimentos. Ele não atendeu ligações e não respondeu mensagens. Seu assessor, no entanto, antes mesmo de saber o assunto, disse: "Diego não vai falar, obrigado pelo contato."

*Com colaboração de Lucas Pasin