PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Youtuber amiga da família Bolsonaro sofre ataque homofóbico no Rio

Karol Eller, amiga da família Bolsonaro, sofreu ataque homofóbico - Reprodução/Arquivo Pessoal
Karol Eller, amiga da família Bolsonaro, sofreu ataque homofóbico Imagem: Reprodução/Arquivo Pessoal
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

17/12/2019 13h39

Resumo da notícia

  • Karol Eller é youtuber e amiga íntima da família do presidente Jair Bolsonaro
  • No último domingo, 15, Karol Eller sofreu um ataque homofóbico no Rio de Janeiro
  • Karol Eller estava acompanhada da namorada e foi agredida por um rapaz que a provocou
  • Karol foi importante na campanha de Bolsonaro para tirar qualquer sombra homofóbica do candidato

O nome dela pode até não ser comum aos que não acompanham de perto Jair Bolsonaro, mas a Coluna do Leo Dias garante que quem entende um pouco de política e está ligado nos nomes fortes do Youtube sabe bem a importância de Karol Eller, amiga íntima da família do presidente. Ela é mineira, tem 32 anos, e é uma das melhores amigas de Jair Renan - mais novo da família Bolsonaro e também conhecido no Youtube por seus vídeos de games. Assumidamente homossexual, ela tentou ajudar a espantar qualquer sombra homofóbica que rondava Bolsonaro nas eleições. Pois bem, por ironia do destino, Karol sofreu um ataque homofóbico no último domingo, 15, deixando seu rosto bastante machucado. A notícia foi publicada em primeira mão por este colunista no 'Jornal de Brasília' desta terça-feira, 17.

O ataque aconteceu exatamente 7 dias depois da youtuber mudar para o Rio de Janeiro. Karol estava em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, acompanhada de sua namorada - uma bela morena que pode ser confundida facilmente com a Pocahontas (ou com a funkeira Poca) - quando foi abordada por um homem, que já de forma violenta a questionou: 'Como é que você consegue namorar um mulherão desses hein?'. O que era uma provocação rapidamente virou agressão.

Covardemente, a youtuber foi atacada a socos e pontapés, e socorrida apenas pela namorada quando já estava desacordada. As duas foram se arrastando até o Corpo de Bombeiros que ficava próximo.

Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

Karol se mudou de Minas Gerais para o Rio de Janeiro recentemente após ganhar um cargo na EBC (Empresa Brasil de Comunicação), que gere emissoras de rádio e televisão públicas federais. A notícia do novo emprego da amiga íntima da família Bolsonaro repercutiu na mídia, inclusive divulgando o salário dela, que seria de R$10.700.

No Youtube, Karol Eller tem seus quase 80 mil inscritos no canal. Um de seus vídeos mais vistos, onde ela explica como um brasileiro pode viver nos Estados Unidos, alcançou mais de 600 mil visualizações. Bolsonaro também já gravou vídeos com ela, que inclusive tem passe livre no Palácio do Planalto e na Alvorada.

*Com colaboração de Lucas Pasin

Leo Dias