PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Leo Dias


Leo Dias

Nego do Borel rompe com Sony Music: "Foi em comum acordo"

Nego do Borel - Repropdução/Instagram
Nego do Borel Imagem: Repropdução/Instagram
Leo Dias

Leo Dias é jornalista e diretor-executivo do "TV Fama", da Rede TV!. Foi correspondente internacional da rádio portuguesa RDP, passou pelas TVs Bandeirantes e RedeTV! e apresentou um programa na rádio FM O Dia, líder de audiência no Rio de Janeiro, onde entrevistava políticos, jogadores de futebol, dirigentes e muitos artistas. Assinou uma coluna de celebridades no jornal "O Dia" e também esteve nos jornais "Extra" e nas revistas "Contigo", "Chiques e Famosos", "Amiga" e "Manchete". Apesar dessa experiência, sempre se definiu como repórter, tamanha paixão pela apuração da notícia e pela vontade em produzir conteúdos exclusivos. Polêmico, controverso e dono de uma forte personalidade, Leo conquistou um público cativo por dar notas explosivas e audaciosas num mundo artístico mais conservador. Seu lema: "A fama tem um preço estou aqui para cobrar".

Colunista do UOL

21/12/2019 13h32

O funkeiro Nego do Borel não faz mais parte do casting de artistas da Sony Music. Segundo fontes, o divórcio não foi nada amigável. Nego do Borel teria sido demitido pessoalmente pelo próprio presidente da gravadora, Paulo Junqueiro, em uma reunião em que os ânimos ficaram bastante exaltados.

A principal questão da gravadora era a dificuldade de trabalhar com Nego, já que o funkeiro se negava a fazer qualquer ação que fosse proposta pela Sony Music. A equipe da gravadora responsável por cuidar dele, inclusive, já teria "jogado a toalha" por não aguentar mais as confusões armadas pelo artista. Somado a isso, estaria o fato de os números alcançados por Nego durante a vigência do contrato não atingirem o esperado pela Sony e a questão de ele só emplacar hits com a participação de outros artistas nas suas músicas, com exceção de "Me solta", que ele canta sozinho.

Procurado pela Coluna Leo Dias, Nego negou, através de sua assessoria, que tenha sido demitido. Segundo nota enviada à imprensa, a assessoria confirma a rescisão de contrato com a Sony Music, mas informa que a decisão foi tomada em comum acordo entre as partes. "Tenho plena consciência sobre tudo o que representei para a gravadora, e principalmente sobre o tamanho dela no Brasil e no mundo. Estou muito feliz e grato a tudo o que vivemos juntos, mas é hora de viver novos sonhos e investir em novos projetos.", diz o cantor na nota.

A Coluna também tentou contato com a Sony Music, mas não conseguiu resposta até a publicação desta nota.

Leia a nota de Nego do Borel na íntegra:

"O cantor Nego do Borel, através de sua assessoria de imprensa, confirma a rescisão de contrato com a gravadora Sony Music. A decisão pelo fim da parceria que teve início em agosto de 2015, aconteceu em comum acordo entre as partes. O artista, que é um dos nomes do cenário do funk brasileiro, está muito feliz e grato a todos os trabalhos que foram feitos neste período, mas se prepara para novos desafios e em breve anunciará as novidades.

"Tenho plena consciência sobre tudo o que representei para a gravadora, e principalmente sobre o tamanho dela no Brasil e no mundo. Estou muito feliz e grato a tudo o que vivemos juntos, mas é hora de viver novos sonhos e investir em novos projetos. Conto com vocês nesta nova jornada.", afirmou o funkeiro.

Nego afirma que suas atenções neste momento estão voltadas para a festa de Natal que fará no domingo, 22, no Morro do Borel, Zona Norte do Rio de Janeiro. Na ocasião o artista irá distribuir cerca de 60 mil cestas básicas, brinquedo, fará queima de fogos e torneio de futebol."

* Com colaboração de Geizon Paulo

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Leo Dias